Jornal Mundo Espírita

Maio de 2021 Número 1642 Ano 89

Anúncios da nova era

O menino que aproveitou o vento

setembro/2017

William Kamkwamba tinha apenas 14 anos quando decidiu inovar e ajudar a sua família em Kasungo, Malawi, na África. Em 2002, uma grande seca alcançou a região. Sua família cavou o solo para achar raízes e cascas de banana, qualquer coisa para forrar o estômago. Por causa da situação, seu pai não conseguia pagar a escola e ele precisou parar de estudar.

Então, decidiu frequentar uma biblioteca, a uns dois quilômetros de sua casa. Eram três estantes cheias de livros doados pelos Estados Unidos, Reino Unido, Zâmbia e Zimbábue.

Sua esperança era estudar por conta própria, para ficar no mesmo nível dos amigos que continuaram na escola. No livro Explaining Physics, entendeu como funcionavam motores e geradores, embora não lesse muito bem o inglês.

Usou diagramas e fotos para associar as palavras, e assim aprender física básica. No livro Using energy, havia uma foto de um moinho de vento na capa. Dizia que moinhos podiam bombear água e gerar eletricidade.

William pensou que seu pai poderia irrigar a plantação, aumentar a colheita e nunca mais passariam fome! Por isso decidiu construir um moinho.

No ferro-velho encontrou vários pedaços de metal e uns canos plásticos. Auxiliado por seu primo e um amigo, em dois meses, estava funcionando o moinho.

O gerador era um dínamo de bicicleta, produzia doze volts,  suficiente para acender uma lâmpada. Mais tarde, graças a uma bateria de carro encontrada na estrada, a energia podia manter quatro lâmpadas e dois rádios.

Em 2007, William foi convidado para dar uma palestra na famosa conferência anual TED. Sua história comoveu a todos. Conseguiu ajuda financeira para estudar e, em 2014 formou-se na Universidade americana Dartmouth, em New Hampshire.

No ano anterior, o jovem inventor lançou um livro intitulado O menino que aproveitou o vento, trazendo mais detalhes de suas incríveis conquistas inventivas.

Hoje, William faz parte de um seleto grupo de pessoas que estão mudando o mundo. Sua rotina inclui novos inventos, palestras em universidades e instituições de ensino renomadas no mundo todo e um profundo desejo de melhorar o mundo. Utilizando apenas o seu empirismo e sem se intimidar com os desafios que a vida lhe impôs, o inventor provou que nada é impossível, basta ter uma atitude positiva e força de vontade suficiente para fazer a diferença.
http://www.hopeinlove.com.br/2015/06/a-incrivel-historia-de-william-kamkwamba.html

http://www.hypeness.com.br/2013/07/menino-de-14-ano-cria-moinho-de-vento-e-leva-energia-para-sua-familia/]

 

Assine a versão impressa
Leia também