Jornal Mundo Espírita

Fevereiro de 2021 Número 1639 Ano 88

XX Conferência Estadual Espírita

maio/2018

Promovida pela Federação Espírita do Paraná – FEP, desde 1994, a Conferência Estadual Espírita tem alcançado um número quase incalculável de Espíritos nos dois planos da vida. A fraternidade e o acolhimento, prestando inigualável atendimento, são características facilmente percebidas.

Essa edição teve como conferencistas, no Expotrade, em Pinhais, de 16 a 18 de março, Divaldo Pereira Franco, Alberto Almeida, Haroldo Dutra Dias, Sandra Borba Pereira e Sandra Della Pola.

Sob o tema Construindo o mundo do amanhã, a obra basilar A Gênese – os milagres e as predições segundo o Espiritismo, publicada em 6 de janeiro de 1868, em Paris, França, por Allan Kardec,  foi enaltecida pelo transcurso dos seus 150 anos de lançamento, trazendo luzes aos homens sedentos de saber.

O amplo auditório, para dez mil pessoas, esteve quase sempre lotado. Calcula-se que em torno de quarenta mil pessoas devam ter participado presencialmente, vindas de cento e setenta e quatro cidades, dezessete Estados e dois países vizinhos: Paraguai e Uruguai. Foram nove seminários, duas conferências, tudo ofertado com entrada franca.

Os números da Internet foram igualmente expressivos. No total, 303.034 acessos, alcançando quarenta e sete países, quinhentas e doze cidades. Na classificação de países, excetuando-se o Brasil, destacam-se, pela ordem,  Estados Unidos, Portugal, Suíça, França, Holanda e Canadá.

A parte artística, que antecedeu a abertura oficial da Conferência ficou a cargo do Coral do Centro Espírita Ildefonso Correia, com músicas que levaram o público ao quase êxtase: Hallelujah, de Haendel; Lacrimosa, de Mozart; Baba Yetu, de Christopher Tin, entre outras, todas constantes do DVD lançado na oportunidade: Lux Aeterna.

A mesa diretora contou com a Diretoria Executiva da FEP: Adriano Lino Greca, presidente e os dois vices Luiz Henrique da Silva e Nélio Mauro Aguirre de Castro; os conferencistas Alberto Almeida, Alessandro Viana Vieira de Paula, Cezar Braga Said, Divaldo Pereira Franco, Haroldo Dutra Dias, Sandra Della Pola, Sandra Maria Borba Pereira e Suely Caldas Schubert; Jorge Godinho Barreto Nery, presidente da Federação Espírita Brasileira e Geraldo Campetti, vice-presidente; Darlene Maria Cavalcante, presidente da Federação Espírita de Mato Grosso do Sul; Francisco Costa, representante do Conselho Espírita do Estado do Rio de Janeiro; Gabriel Nogueira Salum, presidente da Federação Espírita do Rio Grande do Sul; Júlia Nezú, presidente da União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo; Olenyr Teixeira, vice-presidente da Federação Espírita Catarinense;  Flávio Arns; Juan Danilo Rodríguez; Milciades Lezcano, presidente da Federação Espírita Paraguaia e o convidado especial, José Raul Teixeira.

O mestre de cerimônias, Paulo Roberto Oliveira, anunciou, para a surpresa dos presentes, a presença de outro convidado especial: Arthur Lins de Vasconcellos Lopes. Um vídeo foi projetado nas telas espalhadas pelo amplo recinto, mostrando a sua atuação, frente ao Congresso Brasileiro de Mocidades Espíritas, ocorrido, no Rio de Janeiro, em 1948.

Em seguida, Erich de Almeida, perfeitamente caracterizado, adentrou o palco, deu as boas-vindas e convidou a todos para acompanhá-lo em uma viagem no tempo, lembrando várias das ações que culminaram na assinatura do Pacto Áureo e as emoções da Caravana da Fraternidade.

Lins de Vasconcellos foi um dos homenageados, nessa Conferência. Em frente à Livraria, no hall de entrada do Expotrade, foi montado um local, simbolizando o que teria sido o seu escritório: uma mesa antiga, um enorme painel, ao fundo, com a linha do tempo, detalhando os feitos de Lins pelo Movimento Espírita.

Um par de óculos descansando sobre o móvel, como à espera de que, em algum momento, pudesse vir a ser reutilizado.

Nesse ambiente, durante os três dias da Conferência, Erich/Lins ficou à disposição para tirar fotos, lembrar os feitos do trabalhador incansável e promover a venda do livro reeditado pela FEP: Lins, o diplomata da Unificação e o paladino do Estado leigo, da autoria do professor Ney Lobo.

Homenagem a Raul Teixeira

Outro homenageado foi Raul Teixeira, que recebeu uma placa pelos quarenta anos de trabalho doutrinário, aplaudido de pé, pelos presentes, que assistiram, emocionados, ao vídeo que narrava a saga de trabalho e ação do ilustre trabalhador.

A placa continha os seguintes dizeres: Gratidão pelas sementes de vida eterna que suas mãos espalham pelos caminhos humanos. – Federação Espírita do Paraná – março 2018.

Libras

Repetindo o sucesso do ano anterior, a equipe formada por Débora Pereira Cláudio, Ivon de Souza, Larry Ribeiro Pinto, Lorena Aparecida Baika, Marcelo Luiz,  Ringo Benz e Tânia Rodrigues Lisboa se fez presente, em tempo integral, traduzindo todo o evento, oportunizando, dessa forma, alcançar igualmente o público que apresenta deficiência auditiva.

O Encontro com os Jovens

Nem o cansaço, nem as dores que não o deixaram, detiveram Divaldo, que atendeu a todos os compromissos. Realizou a palestra de abertura e de encerramento e, ainda um seminário.

Também se fez presente para os autógrafos e atendeu a pedido especial, reunindo-se com grupo jovem, adrede inscrito, para responder a questionamentos, durante a tarde do sábado.

No domingo, nas preliminares do encerramento, esses mesmos jovens se reuniram em frente ao palco, para apresentar o Homem Paz, de uma forma diferente. Em vez da leitura do currículo habitual, conduzidos por Cristina Prevedel e Marcelo Pereira, de Campo Mourão, entoaram a canção Paz pela paz.

Sensibilizado, Divaldo veio sentar-se mais próximo deles, à frente do palco.

 

Lançamentos

Foram inúmeros, enriquecendo a Livrarias Mundo Espírita (FEP):

CD Momento Espírita v. 32

PEN CARD Momento Espírita – com 77 textos, correspondendo aos CDs volumes 1 a 5

Agenda Momento Espírita 2019

Livro de Cezar Braga Said – Os desafios da Evangelização Espírita

Livro de Ney Lobo (relançamento) – Lins de Vasconcellos, o diplomata da Unificação e o paladino do estado leigo.

 

Mensagem de Bezerra

No encerramento, como tem se tornado praxe, compareceu o Espírito Bezerra de Menezes, ofertando, através da psicofonia de Divaldo, a mensagem:

A resposta para nossa busca está no amor. E se nós amarmos quanto Ele nos pediu, as nossas dores serão transformadas em alegrias no Reino de Deus.

Lembrai-vos, filhos da alma, que Jesus é os dois extremos da vida, o zênite e o nadir das nossas aspirações. Quando as dores vos parecerem insuportáveis, quando a solidão se vos apresentar tenebrosa e fria, lembrai-vos de Jesus. Uma voz sequer levantou-se para inocentá-lO e eram centenas aqueles a quem Ele atendeu.

Quando vos sentirdes desamados ou rejeitados, mantende a irrestrita confiança no amor e vos entregai Àquele que é a vida da própria vida. Não temais nunca, porque Ele nunca nos deixa a sós.

Elegemos o tema da mulher equivocada [na conferência de encerramento], porque todos nós carregamos um espinho na carne e nas carnes da alma. Todos nós, ainda imperfeitos, somos algo Maria de Magdala ou Miriam de Migdol, que o amor de Jesus nos recebe com ternura infinita, sem nos perguntar quem fomos, mas nos propõe o que seremos.

Tende ânimo. São horas muito difíceis de testemunho e de lágrimas, de ansiedade e de desamor. Mas crede, filhos da alma, Jesus não venceu no mundo, venceu o mundo das paixões.

Sede vós aqueles que podeis vencer as sombras do pretérito, que vos arrebatam muitas vezes de volta aos abismos da alucinação e amai. Pagai o preço do amor, socorrei por amor, erguei por amor, libertai por amor e vos sentireis salvos, erguidos, amparados por alguém que vos estenderá as mãos e dirá com um sorriso: Vinde, já atravessastes a porta estreita. Vinde à Casa do Meu Pai.

Nestes dias, meus filhos, o endereço de Deus chegou aos vossos corações. Tendes agora o mapa da vitória. Cabe-vos seguir pela rota abençoada da bondade, da misericórdia, do amor e da Doutrina libertadora dos imortais, para que a plenitude do Reino dos Céus desde hoje se vos instale no coração.

Muita paz.
O servidor humílimo de sempre que vos fala, em nome
dos Espíritos espíritas aqui presentes.

Ide em paz.
Bezerra

XXI CONFERÊNCIA

Para que ninguém perca, o presidente da FEP, ao encerrar o evento, anunciou as datas em que deverá se concretizar a próxima conferência, em 2019: 15, 16 e17 de março.

Assine a versão impressa
Leia também