Jornal Mundo Espírita

Março de 2019 Número 1616 Ano 86

VII Encontro Estadual de Evangelizadores de Infância

janeiro/2019

Envolvidos pelos encantos naturais do Recanto Lins de Vasconcellos, em Balsa Nova, estiveram reunidos, nos dias 10 e 11 de novembro de 2018, cento e oitenta e dois evangelizadores de infância de todo o Estado do Paraná, imbuídos do desejo sincero de ampliar os laços de fraternidade e, principalmente,  angariar novos conhecimentos visando o aprimoramento da tarefa.

Organizado pelo Departamento de Orientação à Infância e Juventude da Federação Espírita do Paraná, sob a coordenação de Sandra Della Pola e Aline Rolland de Jesus, ambas do Movimento Espírita do Rio Grande do Sul, foram dois dias de estudo em torno do tema: Pelos Caminhos da Evangelização Espírita Infantil.

A abertura contou com a presença das coordenadoras das áreas do Atendimento Espiritual no Centro Espírita – AECE, Maria Rabel; Assistência e Promoção Social Espírita – APSE, Miriam Feuerharmel; Estudo, Cláudia Rojas e da Mediunidade, Juliana Sípoli Col.

O Encontro foi inspirado no livro Pelos Caminhos da Evangelização, de autoria de Cecília Rocha, incansável trabalhadora do Movimento Espírita, precursora e peça fundamental para a organização da atividade de Evangelização na forma de estudo sistematizado da Doutrina Espírita, adequado às faixas etárias da Infância e da Juventude.

Iniciando na manhã do sábado, 10 de novembro, os participantes tiveram a oportunidade de revisitar parte da História da Evangelização Espírita Infantojuvenil, em especial no que tange à organização da Campanha Permanente de Evangelização Espírita que completou quarenta  anos em 2017.

No período da tarde, os participantes se dividiram em grupos para as reflexões:

  • Por que e para quê evangelizar;
  • A tarefa e o tarefeiro;
  • Como trabalhar com as diferenças; e
  • Evangelização Espírita e Família: desafios e soluções.

A forma de apresentação do resultado dos trabalhos em grupo se constituiu em mais um estímulo sobre os diversos recursos que podem ser utilizados nas atividades de Evangelização: cartaz com esquemas, desenhos, história em quadrinhos, painéis, fluxogramas.

À noite foi projetado o filme Extraordinário, que conta a história do menino Auggie que possui deformidade física em função de questões genéticas. Após a comoção geral com o belo filme, houve um rico debate mediado pelas coordenadoras, que envolveram em especial as questões dos desafios de inclusão, do trabalho com as diferenças, o papel familiar em todo esse contexto e na Evangelização em geral.

Mesmo com toda essa intensa programação do dia do sábado, muitos participantes encararam o desafio de acordar mais cedo no domingo e, às 6h30, participaram do passeio ecológico pelo Recanto, contando com informações preciosas de Tatyanna Braga de Moraes a respeito do local e o seu patrono, Lins de Vasconcellos. O passeio foi finalizado com uma prece no Bosque das Araucárias.

A sequência aos temas de estudo se deu no Auditório do Recanto, ainda com a coordenação de Sandra e Aline.

Além dos módulos de estudo, ficaram marcados nas mentes e nos corações de cada participante os momentos musicais, conduzidos pelos talentosos Cristina Prevedel e Marcelo Pinezi Pereira. Entre outras mensagens, a de que a música é recurso importantíssimo a ser utilizado nas atividades de Evangelização, para fixação de conteúdos e enlevo da alma, aproximando-nos ainda mais do Criador.

Foram horas de estudo, de alegria, de confraternização, de encontros e reencontros, mas, principalmente, de fortalecimento da ciência da importância e da seriedade da tarefa de evangelizar. Saíram todos renovados e felizes com a oportunidade de trabalho na Seara do Mestre Jesus, confiantes no Seu amparo constante, através dos benfeitores espirituais que dirigem e acompanham a tarefa do Plano Superior. Inegavelmente, também com a certeza da responsabilidade que cabe a cada um na busca do seu próprio aprimoramento intelectual e moral e, consequentemente, do aprimoramento das tarefas de Evangelização junto às crianças e suas famílias.

Despediram-se fortalecidos e confiantes para seguir semeando amor pelos caminhos da Evangelização Espírita Infantil.

Assine a versão impressa
Leia também