Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87
Notícias das URES Envie para um amigo Imprimir

URE Metropolitana Oeste

Reunião do Conselho Regional Espírita - CRE

março/2018 - Por Nádia Gonçalves

O CRE tem por norma reuniões mensais. No entanto, a primeira reunião anual se reveste de algo especial, constituindo-se em um espaço de aproximação, informação, estudo e trocas de experiências, sobretudo entre os presidentes das Casas Espíritas.

Compareceram cinquenta e cinco participantes de quatorze Casas Espíritas, no Recanto Lins de Vasconcellos, no dia 3 de fevereiro. No período matutino, foram abordados e discutidos os temas Liderança na Casa Espírita (Marlon Reikdal, presidente da URE) e Questões Administrativas (Kleber Lúcio, vice-presidente do Centro Espírita Ildefonso Correia).

Atendendo ao convite, o presidente da FEP, Adriano Lino Greca, compareceu, esclarecendo dúvidas, enaltecendo alguns detalhes com respeito ao movimento espírita em nosso Estado, destacando o trabalho pioneiro realizado por Lins de Vasconcellos, o que emocionou a todos, de forma particular no tocante à Unificação.

À tarde, as atividades foram voltadas para questões doutrinárias, acerca de como os Centros Espíritas recebem, identificam e orientam os casos relacionados à mediunidade. Foi um momento muito rico de troca de experiências, do qual se tirou o indicativo da necessidade que todos têm de estudos, por meio de uma sistematização dos conhecimentos desenvolvidos até aqui, além da apresentação e discussão dos atuais modelos de orientação das Casas.

A avaliação final dos participantes foi positiva, tendo sido definida a reunião como oportunidade de confraternização, de compartilhamento de experiências, e muito produtiva para a reflexão sobre o movimento espírita.

Foi ressaltada a importância de encontros semelhantes para o fortalecimento do Movimento, definição de metas e aproximação entre trabalhadores das diversas Casas que compõem a URE. Também o ambiente aconchegante do Recanto Lins de Vasconcellos, onde tudo ocorreu, e a qualidade da acolhida da equipe.

Foto Nádia Gonçalves

Assine a versão impressa
Leia também