Jornal Mundo Espírita

Dezembro de 2019 Número 1625 Ano 87
Notícias das URES Envie para um amigo Imprimir

URE Metropolitana Oeste

novembro/2010 - Por Telmo Flores dos Santos

Presidente se despede…

No momento em que deixo a direção da URE-MO, não o Movimento Espírita, reitero meus agradecimentos já manifestados na última reunião do CFE, pela atenção e carinho com que sempre fui agraciado por todos na Federação Espírita do Paraná, diretores, conselheiros, funcionários e demais lidadores que ali atuam. Aproveito para declarar, por tudo o que tenho visto e acompanhado, a minha felicidade e confiança nos rumos cada vez mais alvissareiros que toma essa federativa, consoantes com a tarefa e, em especial, com a lei de progresso, mantendo-se sempre a consciência de que “estamos sobre ombros de gigantes” (Newton).

Aos diretores e trabalhadores das Casas Espíritas que integram a URE-MO, meu reconhecimento, respeito, afeto e agradecimento pelas oportunidades de convivência, trabalho, aprendizado e reflexões, bem como pela confiança e apoio ofertados. Concito-os a ampliarem os esforços, junto à nova diretoria, para o trabalho que é do Cristo e é imenso, em especial o de unificação, que se faz premente, dado que os tempos são chegados, e para os quais a efetiva atuação de todos é indispensável. “Solidários, seremos união; separados uns dos outros, seremos pontos de vista. Juntos, alcançaremos a realização dos propósitos; distanciados, continuaremos à procura do trabalho com que já nos encontramos honrados pela Divina Providência.” (Bezerra de Menezes – Psicografia de F. C. Xavier. Mensagem de União – Unificação).

Parabenizo e faço votos de profícuo trabalho à nova diretoria da URE-MO, que foi eleita e empossada no dia 16 de outubro de 2010. Que nunca perca de vista que a seara é do Cristo, e que somos todos necessitados da tarefa que o Mestre nos oportuniza, apesar das nossas limitações. Coloco-me à inteira disposição para colaborar na continuidade das atividades dessa regional.

“Deus dirige aos vossos corações um supremo apelo, através do Espiritismo. Escutai-o.”
(O Espírito de Verdade – O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. VI).

Assine a versão impressa
Leia também