Jornal Mundo Espírita

Dezembro de 2017 Número 1601 Ano 85

Unificação e União em prol da Juventude Espírita do Brasil

agosto/2015

Chuva, queda brusca de temperatura, horas de voo. Isso tudo poderia trazer cansaço e desestímulo, mas para os servidores do Cristo, que abraçaram a causa verdadeiramente, não se constituem obstáculos.

Com alegria, a equipe DIJ/FEP recebeu, para mais uma reunião doutrinária presencial, os representantes da Federação Espírita Brasileira – FEB e dos DIJs das Federativas da Comissão Regional Sul do Conselho Federativo Nacional, a fim de prosseguir no preparo das atividades doutrinárias da CONBRAJE-SUL.

Os primeiros participantes chegaram na sexta, 12 de junho, e aproveitaram para fazer um FEPTOUR, conhecendo as instalações da Federação Espírita do Paraná – FEP, sedes administrativa e histórica, biblioteca de obras raras, biblioteca infantil e a Livraria Mundo Espírita.

Depois se dirigiram para o Recanto Lins de Vasconcellos, em Balsa Nova, aguardando os demais companheiros.

No sábado (13 de junho) e manhã de domingo (14 de junho), em horas de intenso trabalho, foram construídas as atividades do evento. Até a música tema foi composta a várias mãos, sob as copas inspiradoras do Bosque das Araucárias.

O esforço dispendido, as reuniões virtuais e presenciais, com horas de estudo sobre as Obras Básicas e outras relacionadas ao tema da CONBRAJE-SUL foram imensamente compensadoras.

Agora, é aguardar o evento, que se aproxima!

 

ESPELHO

Albert Martins (RJ), Guilherme Carvalho (PR), Giga (SP), Everton Souza (SC)

 

Em                 C               Em                   C

O primeiro passo é conhecer quem você é

 

                G                      D                                 Em                 C

Despir-se de todo medo, todo roteiro do que os outros vão dizer

 

                           G  D            Em C                       G                      D                Em           C

És centelha Divina, Espírito milenar, que hoje habita a Terra em forma de semente a brotar

 

                     Em                      C

Quais tuas barreiras, o que te trava a construção

 

                    Em                      C

A vida que cobra, o ouro, o tempo, a profissão

 

                            G      D                                Em           C

O mundo é tão grande, e tão pequeno perto da imensidão

 

                         G      D                  Em           C

Se imerso na inércia, num giro contínuo social

 

                          F                         Am

Somado ao passado, na dança das encarnações

 

               F                    Am

Eis me aqui, diante de ti mas primeiro diante de mim

 

 

Refrão 2x

 

Dm                                        B9           F

Para olhar nesse espelho e dizer

 

         C

Por que te deténs?

 

Dm                           B9                 F

De cruzar as barreiras e viver

 

       C

Voltado ao bem

 

 Bb             C                           Dm

O desafio para o qual me programei (agora é hora)

 

Bb                                         C                 Dm

De transformar o que um dia eu planejei, em vida nova

 

Bb    C      Dm   Bb  C  Dm

Aqui, e agora, aqui e agora

 

G           Bb                      F                    C

Protagonista em sua própria história (por que te deténs?)

 

G                 Bb                          F                   C

Seguindo o Mestre, imagem e semelhança (por que te deténs?)

 

G           Bb                  F             C

Vai, e faz do amor a tua obra (por que te deténs?)

 

G            Bb                 F             C

Ama, trabalha, espera e perdoa (por que te deténs?)

 

Foto equipe DIJ

Marco Leite, Cirne Araújo, Eduardo Vieira Mesquita (FEB/DF); Albert Martins (CEERJ/RJ); Daniel Naschenweng, Paulo Ricardo C. Feil (FEC/SC); Ana Christina Fonseca Espínola, João Filipe Domingues Brasil, Everton de Souza Suarez (FEMS/MS); Fabiano Boeira (FERGS/RS); João Thiago O. Garcia, Luiz Fabiano S. Aguiar, Alexandre Oliveira (USE/SP); Elisângela Dias de Toledo, Guilherme H. Carvalho, Manuela Vaz, Tatyanna Braga de Moraes (DIJ/FEP).

 

Assine a versão impressa
Leia também