Jornal Mundo Espírita

Dezembro de 2018 Número 1613 Ano 86

Uma despedida e um até breve

novembro/2018 - Por Jaqueline Ribeiro

Após quatro encontros de intenso aprendizado, totalizando a carga horária de sessenta horas, chegou ao fim a primeira fase do Programa de Qualificação do Trabalhador Espírita (2º ciclo).

Agora, os multiplicadores voltam para suas regiões com a missão de repassar o conteúdo para os trabalhadores das Casas Espíritas das UREs. Este é um dos maiores movimentos de Unificação já orquestrado no Brasil.

O repasse será feito ao longo do ano de 2019, conforme calendário determinado por cada região.

Em clima de verdadeira gratidão, ao final do encontro, os participantes surpreenderam a coordenadora Sandra Della Pola com um exemplar da nova edição de A Missão de Allan Kardec, assinada por todos.

Sandra revelou estar muito otimista com os próximos passos do Programa e acredita que os próprios trabalhadores vão adorar estar engajados nesta tarefa, porque é um prazer trabalhar para Jesus.

Por fim, o presidente da FEP, Adriano Lino Greca, propôs a realização de um novo encontro, em fevereiro de 2019, reunindo esses multiplicadores e os da mesma fase, do 1° ciclo, cuja qualificação se deu em 2014.

Os convites direcionados seguirão, oportunamente, a cada um.

Foto: Jaqueline Ribeiro

Depoimentos:

Foi uma oportunidade imperdível. Temos muita gratidão, pois é um trabalho de uma abrangência, cuja amplitude somente descobrimos quando nos envolvemos no nível proposto pelo Programa.

São oportunidades valiosas porque o aprofundamento desses conteúdos é fantástico e temos convicção dos resultados incalculáveis, quando forem repassados. Assim fortalecemos nossas regiões e o Movimento Espírita, pois vai totalmente ao encontro do que Kardec propôs: estudo, reflexão dos postulados e a multiplicação das bases doutrinárias. – Lenise Cristina Fernandes – 14ª URE

 

O sentimento é de gratidão porque todo o trabalho desenvolvido vai nos trazer uma melhoria não só nossa, mas também dos trabalhadores que esperamos atingir com conscientização da necessidade do estudo, sobretudo das obras básicas, para  melhorar o padrão vibratório dos nossos centros espíritas. – Andrea Ceccatto – URE Metropolitana Norte

Assine a versão impressa
Leia também