Jornal Mundo Espírita

Junho de 2019 Número 1619 Ano 87

Trabalhadores do DIJ em ação

junho/2010

 Tatiane Gomes Araujo Leal

 1 – Como Diretora do DIJ da 2ª URE, qual a sua visão da tarefa de evangelização?

É preparar as crianças, adolescentes e jovens para o futuro, passando a eles uma visão íntegra do que é a Doutrina Espírita, exemplifi-cando com nossas atitudes diárias, e dando a cada um, conforme seu perfil, trabalho e responsabilidade.

2 – Em sua opinião, qual seria a tarefa principal de um diretor de DIJ?

Promover a interação do trabalho dos DIJ das Casas Espíritas com o trabalho da URE, verificando onde nós podemos melhor auxiliá-los em suas dúvidas e dificuldades, incentivando-os ao tra-balho e principalmente ao trabalho em equipe;

Fazer com que ocorram momentos de interação entre os DIJ das Casas Espíritas, para troca de experiências, como também entre os evangelizadores e coordenadores de juventudes, ocorrendo assim uma renovação e fortalecimento de idéias e tendo a conscientização da melhoria espiritual de cada um de nós no trabalho constante do bem.

3 – Pode o DIJ trabalhar sem o auxílio dos pais?

Não, o trabalho deve ser feito em conjunto, onde um complementa sempre o trabalho do outro.

4 – Como os Cursos/Treinamentos poderão auxiliar os evange-lizadores e coordenadores de juventudes?

Auxilia-nos, mostrando como o trabalho deve ser realizado, quais os passos que devem ser seguidos para atingir melhor os objetivos almejados e com as constantes trocas de experiências entre os DIJ/URE, associando o estudo na busca do aperfeiçoamento que, com a ajuda dos cursos/treinamentos oferecidos para os evangelizadores e coordenadores de juventudes, podem auxiliar no progresso individual e coletivo como também a sanar dúvidas.

5 – A FEP vem cumprindo a tarefa de dinamizar os DIJ/URE? Como?

Sim, através das constantes reuniões, dos treinamentos e da publicação dos trabalhos que são realizados nas Casas Espíritas, dirimindo dúvidas, trazendo sugestões, como também proporcionando espaço de interação entre os DIJ/URE onde ocorrem trocas de experiências e onde nos fortalecemos ganhando mais confiança no trabalho que estamos realizando, sabendo que não estamos sozinhos e que temos sempre pessoas confiáveis nos ajudando e corrigindo nossas imperfeições.

6 – Deixe aqui sua mensagem aos evangelizadores e coordena-dores de juventudes.

Não vamos desanimar em nenhum momento. Em caso de insegurança, vamos buscar ajuda para nos fortalecermos em nossos ideais. Procuremos colocar os nossos jovens nos trabalhos da Casa Espírita, para que eles gostem mais ainda do local onde estão e sintam-se úteis e importantes.

Caros amigos de ideal Espírita! Tenhamos consciência de que este trabalho é de extrema grandeza espiritual e por que não também material? Por isso, meus irmãos, procuremos o fortalecimento e a esperança em Deus e em Jesus, pois o futuro do mundo está na busca da felicidade através da Caridade. Já disse o Cristo: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida”, e ele nos Ensinou que Fora da Caridade não há salvação. A quem muito é dado, muito será cobrado.

Amigos e irmãos, vamo-nos unir cada vez mais para que o trabalho seja concluído com muito amor e êxito na Seara do Cristo, buscando resgatar as crianças e os jovens para um futuro mundo melhor.

Muita Paz e ânimo a todos.

 Diretora do DIJ 2ª URE – Ponta Grossa

 

Assine a versão impressa
Leia também