Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

Trabalhadores do DIJ em ação

setembro/2010

 Rosimary S. K. Ribeiro

  1 – Como Diretora do DIJ da 5ª URE, qual a sua visão da tarefa de evangelização?

Entendendo a educação não como forma de transmissão de conhecimento, mas como auxílio ao desenvolvimento integral do ser, é de suma importância, principalmente no que diz respeito à evangelização, que deve estimular a criança/jovem a pensar, sentir e agir no bem através dos ensinos de Jesus elucidados por Kardec.

2 – Em sua opinião, qual seria a tarefa principal de um diretor de DIJ?

Atuar como facilitador nas tarefas dos evangelizadores, dando todo o suporte necessário para a realização da tarefa. Ser o agente integrador das outras atividades da Casa Espírita com o DIJ/URE-FEP.

3 – Pode o DIJ trabalhar sem o auxílio dos pais?

Não há como realizar um trabalho efetivo sem a integração evangelizador, evangelizando, pais e o meio em que está inserido.

4 – Como os Cursos/Treinamentos poderão auxiliar os evangelizadores e coordenadores de juventudes?

Os Cursos/Treinamentos são de grande valor para o preparo e atualização de técnicas dos evangelizadores, além de propiciarem troca de experiências entre os participantes. Com os recursos da tecnologia existentes em nossos dias, os encontros de maior amplitude poderiam ser transmitidos on-line, dando oportunidade para um número maior de participantes, como acontece nas Conferências.

5 – A FEP vem cumprindo a tarefa de dinamizar os DIJs/UREs? Como?

Observamos que a FEP tem se empenhado em dinamizar o Movimento como um todo, ouvindo as necessidades e editando apostilas e material didático para melhor desempenho das atividades das Casas Espíritas. As reuniões periódicas sempre trazem algum conteúdo para nossa atualização, além do fortalecimento dos laços entre os companheiros de mesmo ideal.

6 – Deixe aqui sua mensagem aos evangelizadores e coordenadores de juventudes.

A tarefa exige abnegação e dedicação, porém nos propicia uma grande oportunidade de crescimento e autoevangelização através dos estudos e reflexões, conscientes que ensinamos muito mais pelo exemplo.

Que Jesus nos abençoe e fortaleça a cada um em sua tarefa.

Profissão: Assistente Administrativo
C. Espírita: Núcleo Esp. Hugo Gonçalves
Tarefa/cargo: Evangelizadora
Cidade: Londrina

URE: 5ª URE

 

Assine a versão impressa
Leia também