Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2020 Número 1634 Ano 88

Rumos para a juventude

outubro/2011

Salomão, filho do rei Davi com sua serva Bate-Seba, notável por sua sabedoria. Deu grande contribuição à cultura religiosa de seu tempo que, ainda hoje, repercute nos corações.

A Bíblia tem muitos dos seus textos visivelmente inspirados. Estão nos livros Provérbios, Cantares e no Eclesiastes que, em seu capítulo 12 dedica uma súplica aos moços: “Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os dias ruins” e adverte: “respeita a Deus e os seus mandamentos. Ele julgará toda a sua obra”.

Lamentavelmente o fracasso das religiões dogmáticas e dominantes pôs a perder a beleza, a simplicidade e o conteúdo sublime dos ensinamentos de Jesus.

As consequências se fazem desastrosas para toda a sociedade humana que caminha às cegas pelos sombrios vales do materialismo.

Filmes de violência, novelas que exaltam o luxo e a sensualidade, games que induzem a guerra, a mídia permissiva que quase sempre destaca o que é nocivo à educação, revistas, jornais e livros que vendem ilusões, acentuando os desvios do comportamento juvenil, segmento social mais vulnerável às péssimas influências do meio em que vivemos.

Leopoldo Machado, pioneiro do Movimento Espírita no Brasil, prevendo as difíceis fases que viviam, tratou de propor e organizar as juventudes espíritas em nossas instituições. Foi dos primeiros a perceber a inafastável necessidade de dar opções de vida sadia para os que se encontram nas primeiras faixas etárias das famílias cristãs.

Os resultados foram extraordinários. As mais expressivas lideranças  dos dias atuais saíram dessas benditas forjas.

Inspirou-se em Jesus e Paulo que valorizaram os jovens que hoje ainda são referência para nossas meditações, como João, Marcos, ambos evangelistas, Tito, Timóteo, Filémon, entre outros, como consta das cartas do Apóstolo da Gentilidade.

Presentemente o Departamento de Infância e Juventude da Federação Espírita do Paraná faz-se alavanca para o Brasil Espírita em suas notáveis atuações. Possui página mensal em “Mundo Espírita”, promove ações diversas. Grupos de estudo, palestras e seminários congregam um número cada vez maior de adeptos. Obreiros são entrevistados e destacados por suas atuações nas URE’s. práticas artísticas, jogos, confraternizações construtivas despertam o lado bom do caráter juvenil e da infância.

Assim dá-se a verdadeira socialização entre amigos leais e motivados pelos apelos do Alto.

Os que verdadeiramente amam querem o melhor para os seus filhos, frequentar os DIJ’s espalhados pelo Estado, sob a coordenação do DIJ-FEP é caminho para a formação da personalidade vitoriosa em todos os sentidos.

 

Assine a versão impressa
Leia também