Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

Raul Teixeira realiza Palestras e Seminários

em Adrianópolis, Guarapuava e Curitiba

janeiro/2007

O Salão Nobre do Paraná Clube, em Curitiba, recebeu público de aproximadamente 2.000 pessoas para o Seminário “Para entender Jesus”, com Raul Teixeira. A visita do tribuno fluminense a Curitiba, no mês do Natal, tem se repetido nos últimos quatro anos, sempre a convite da Federação Espírita do Paraná, para abordar temas relativos a Jesus.

O Coral do Centro Espírita Ildefonso Correia, de Curitiba, sob a regência de Doriane Rossi, encantou o público antes do Seminário e durante o intervalo, com canções como “Ária Suíte no. 3”, de J. S. Bach; “White Christmas”, canção tradicional de Natal; “Bem-vindo”, de Lydio Roberto e Mara Fontoura; “Mãos de amor”, de Luiz Pedro Silva Paulo; e “Over the Rainbow”, de Harburg e Harlen.

Raul Teixeira cumprimentou o público com entusiasmo, autografando os seus livros, entre os quais a sua mais recente obra mediúnica, intitulada “Para uma vida melhor na Terra”, seleção de entrevistas, unidas a um conjunto de textos escritos, em prosa e verso, por Espíritos Diversos. (veja quadro ao lado).

O orador e médium explorou os aspectos psicológicos da verdade e da mentira e suas implicações na vida prática. Segundo Raul, quando Jesus disse “Quem é da verdade escuta a minha voz” (Jo, 18:37), relacionou a necessidade de se viver com a verdade – agir de acordo com os valores essenciais da vida – com a compreensão (“ouvir”) da mensagem do Cristo em seu real significado.

Foi sob esta perspectiva que abordou três passagens da vida de Jesus, iniciando pela qual o Mestre explica que “Não é o que entra pela boca que contamina o homem, mas o que sai pela boca, isto, sim, contamina o homem” (Mt, 15:10). “Jesus não poderia estar se referindo à boca do corpo, mas, sim, à da alma. Desejava explicar que tudo aquilo que os outros fazem conosco (o que entra pela boca da nossa ‘alma’) não nos deixa melhores ou piores. O que nos torna seres mais evoluídos é o que exteriorizamos da nossa ‘alma’, aquilo que apresentamos e devolvemos ao mundo”, elucidou.

Em seguida, destacou outros dois episódios: quando os discípulos questionam a Jesus sobre o “Elias que haveria de vir” (Mt, 17:10 a 13) e o diálogo com Nicodemos, em sua visita noturna (Jo, 3:5), ambas referências diretas à lei da reencarnação.

“Quem verdadeiramente vive com a Verdade, não admite ilusões ou distorções da realidade para atender aos próprios interesses, criando mentiras. Em nossas vidas, lembremos da citação do escritor Saint-Exupery, no livro O Pequeno Príncipe, quando diz que ‘o essencial é invisível aos olhos’. Guardemos no tesouro íntimo dos nossos corações somente aquilo que nos fará felizes essencialmente, conforme nos ensinou Jesus; e, desta forma, deixaremos de condicionar a nossa felicidade a valores ‘mentirosos’, como muitos daqueles que a sociedade hodierna nos oferece. Estaremos, assim, mais próximos de entender Jesus”, concluiu.

 

 PARA UMA VIDA MELHOR NA TERRA

 

Obra que reúne várias entrevistas dirigidas a Raul Teixeira e respondidas sob a inspiração de generosos Benfeitores da Imortalidade, acompanhadas de textos escritos, em prosa e em verso, por alguns habitantes do Invisível, “dedicando aos encarnados fraternais sugestões para o desempenho da nossa vida na Terra, sem tantos acidentes de percurso.”

Centro Espírita, Movimento Espírita, Grupos de Estudos, Mediunidade, Reuniões Mediúnicas, Carnaval, Influências Espirituais são alguns dos temas tratados na obra que traz ainda “uma pequena seleção de imagens, que foram congeladas pela fotografia, dando ao trabalho uma beleza e uma leveza capazes de sensibilizar o amigo leitor.”

Assine a versão impressa
Leia também