Jornal Mundo Espírita

Abril de 2019 Número 1617 Ano 87

Raul Teixeira na Terra das Araucárias

janeiro/2008

Como tem feito, nos últimos cinco anos, o orador espírita Raul Teixeira, de Niterói, veio ao Paraná, no mês de dezembro, para a realização de Seminário, no dia 9, que levou ao Paraná Clube, em Curitiba, nada menos de 2000 pessoas.

Essa atividade tem se somado, ao longo dos anos, às outras tantas que a capital curitibana oferece ao ensejo do Natal de Jesus. Por isso mesmo, os temas desenvolvidos, nessas oportunidades, remetem à evocação Daquele que é a razão de nossos encontros: Jesus.

Neste ano, Raul desenvolveu reflexões em torno de O AMOR EM NOSSAS VIDAS.

Partindo dos apontamentos do evangelista Mateus, em seu capítulo V, versículo 43: “(…) Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem;…”, Raul comentou as várias faces do ódio, transmutadas em desprezo, inveja, vingança, pragas e maldições, todas promotoras de infelicidade àquele que odeia.

Ilustrou sua fala de quase 3 horas, com fatos verídicos, colhidos de sua experiência pessoal no atendimento a inúmeras pessoas, demonstrando como o Amor é a solução para as mais difíceis e intrincadas situações com que se vê a braços a criatura humana, no mundo dos relacionamentos interpessoais.

Serviu-se ainda da obra A arte de amar, do filósofo alemão Erich Fromm para frisar que: “O homem sem amor é uma árvore estéril, sem galhos, flores e frutos.”

“O amor é o sentimento que busca a união entre os seres, que nos leva a superar o sentimento de isolamento e de separação, sem que, porém, o amante e o amado percam a sua individualidade.”

O Seminário foi transmitido pela TVCEI, em sua íntegra e, no intervalo que se fez, Raul atendeu a repórter do Programa Televisivo Contagiando, que, desde 2 de dezembro se encontra em rede nacional pela CNT, além de expressivo número de pessoas que colheram seu autógrafo em seus livros ou simplesmente aqueles que desejavam cumprimentá-lo, expressar-lhe gratidão, dizer da alegria de o conhecer pessoalmente, de o poder ouvir, etc.

Ao final da atividade, Raul ainda permaneceu no local, por mais de hora, à disposição do público, a fim de que ninguém saísse sem uma palavra de seu carinho, um sorriso, um abraço fraterno.

O Coral do Centro Espírita Ildefonso Correia, a convite da Federação Espírita do Paraná – FEP, demarcou o início do Encontro, envolvendo a todos com o canto das músicas Gloria in excelsis Deo, de Sonja Poorman; Caresse sur l´océan, de Bruno Coulais; Nobody Knows, com solo especial da cantora lírica Kátia Santos e Vem ver a estrela, de Andrey Cechelero. O grupo foi acompanhado ao piano por Priscilla Prueter e teve como Maestrina Doriane Rossi.

Cumprindo sua agenda, o orador, vindo, nos dias primeiros do mês de dezembro de Palestras realizadas pelos Estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, chegou ao Paraná no dia 7 e, na mesma noite, proferiu Palestra na cidade de Ponta Grossa, no Ginásio de Esportes do Colégio Marista Pio XII, onde fez abordagem a respeito de AS NOSSAS SINTONIAS PSÍQUICAS.

Com riqueza de detalhes, citou Einstein que, em 1939, admitiu que talvez fosse viável construir uma bomba atômica, e J. Robert Oppenheimer, que liderou uma equipe de cientistas, conseguindo construir a bomba atômica, culminando com a descrição pormenorizada do lançamento da bomba em Hiroshima, a 6 de agosto de 1945 e, três dias depois, em Nagasaki, que determinaram o término do conflito bélico denominado Segunda Guerra Mundial.

A partir dessas considerações, Raul elucidou a respeito da contribuição individual de cada um dos que emitimos pensamentos de raiva, ódio, violência, alimentando a onda de violência, guerra e extermínio no mundo.

Utilizou a imagem de um Banco de Investimentos, onde se depositam essas ondas mentais que retornam ao emissor, num sistema de retro-alimentação, fomentando um sentimento sempre mais forte, o que explica porque aquele que sente raiva de alguém, segue tendo esse sentimento sempre mais forte, sem que possa atinar dos motivos.

Naturalmente, se o investimento se der no campo do amor, do bem, as respostas se farão em duplicadas bênçãos.

E recordamos, enquanto ele falava, de versos do poeta Sebastião Lasneau, em outro momento, pela sua psicografia:

 

Lembremos o começo de um agosto,

Na manhã clara, fresca e espreguiçante…

Logo depois das oito, num instante,

Um clarão infernal tomava posto.

 

Era a bomba de urânio que explodia,

Cento e quarenta mil seres morriam,

Prédios no chão, cadáveres jaziam,

Sem poder se ocultar, ninguém fugia.

 

Num raio gigantesco a destruição…

Choros, gritos, lamento, desespero,

Denunciavam o humano destempero

E a dureza do humano coração.

 

Essa horrenda tragédia nos mostrava

Toda falta que faz o amor no mundo,

Os desvios da fé e o mais profundo

Egoísmo, em cruel e aguda clava.

 

…………………………………………….

 

Não te utilizes para espezinhar,

Nem submeter os irmãos ao teu lado,

Do intelecto brilhante e coroado

Com que deves servir, crescer e amar.

 

Aplica a inteligência, o gênio e a fama,

Para estender o amor e o bem na Terra.

Valoriza o saber que te descerra

Toda luz que hoje o teu cérebro inflama.

 

Valoriza teu tempo, de verdade,

Faz da mente um relicário de luz

Que te possa trazer bênçãos a flux,

Cooperando para tua liberdade.

 

Considera que o tempo decorrido

Entre sombra, egoísmo e frialdade

Faz-te vítima da própria maldade,

A responder por todo o mal vivido.

 

……………………………………………

Louvado seja o cérebro que cria

Ensejos de progresso e salvação

De quem carece e espera a ocasião

De viver paz, progressos e alegria.

 

Glória a quem fez da inteligência a luz

Que orientou, que aprumou e deu alento

Ao que, no mundo, vagava ao relento,

Vendo-se a sós sob o peso da cruz.

 

Crendo ou não, quem te nutre é o Pai Celeste,

Nosso Deus, que é a Suprema Inteligência,

Supremo Amor e Suprema Clemência,

Que para a tua perfeição tudo investe.

 

Guarda-te, irmão, das sugestões das sombras,

Estudando e aumentando o teu saber

Com Jesus, para que possas viver

Num porvir sem mais dor, guerras ou bombas.

 

Luis Maurício de Resende, Presidente da 2ª União Regional Espírita – URE, sediada em Ponta Grossa, coordenou equipe de voluntários, de forma que o evento alcançasse ali o êxito esperado.

Maria Helena Marcon, Presidente da FEP, se fez presente, bem assim caravanas da capital e das várias cidades que compõem a 2ª URE.

No dia 8, foi Bocaiúva do Sul que recebeu Raul, no Ginásio de Esportes Trajano Crisóstomo da Silva, para a palestra sobre AS ARISTOCRACIAS, recordando estudo a respeito apresentado pelo Codificador da Doutrina Espírita, Allan Kardec: aristocracia da autoridade (os chefes de família, nas sociedades primitivas, os antigos, os anciãos); a da força bruta (chefes militares, homens fortes, que deveriam garantir a comunidade dos ataques inimigos); a do nascimento (herdeiros dos direitos conquistados pelos pais);

a do dinheiro (que permite dispor-se dos homens e das coisas);  a da inteligência (pertence tanto ao pobre quanto ao rico); e, finalmente, a aristocracia intelecto-moral (a reunião da inteligência e moralidade).

Todas as aristocracias tiveram sua razão de ser. Nasceram do estado da Humanidade e preencheram ou preencherão seu tempo, conforme os países, constituindo o Espiritismo como um dos mais fortes precursores da aristocracia do futuro, a aristocracia intelecto-moral.

Maria dos Santos, Presidente do Centro Espírita Amor a Jesus esteve à frente da tarefa, que contou com a presença da Presidente da FEP, os Vices-Presidentes, Francisco Ferraz Batista e Luiz Henrique da Silva e o Presidente da URE Metropolitana Norte, César Luiz Kloss.

Nas palestras e no Seminário, a equipe liderada por Wilson Reis Filho montou banca para a venda dos livros psicografados por Raul Teixeira permitindo a quem desejasse levar a mensagem escrita, para o aprofundamento do estudo e das reflexões, em momento posterior, bem assim contribuir para a manutenção da obra assistencial espírita Remanso Fraterno, Departamento da Sociedade Espírita Fraternidade, em Niterói, RJ.

Os CDs e/ou DVDs das Palestras e do Seminário estarão disponíveis, em breve, na Livraria Mundo Espírita, na Praça Osório, 399, esquina com Alameda Cabral, em Curitiba, Televendas – 41.3225.2739 (livrariamundoespirita.com.br)

Assine a versão impressa
Leia também