Jornal Mundo Espírita

Julho de 2018 Número 1608 Ano 86

Posse da Diretoria Executiva da Federação Espírita do Paraná – FEP

março/2016 - Por Jaqueline Ribeiro da Costa de Souza

Um dia dedicado a celebrar o novo e saudar a História. Assim foi o sábado da posse da Diretoria Executiva da FEP, eleita para o período 2016 – 2017.

As atividades iniciaram, na tarde de 16 de janeiro, no Auditório da Sede Histórica, com a apresentação dos novos coordenadores e colaboradores das áreas e setores, com a presença dos convidados Jorge Godinho Barreto Nery e Geraldo Campetti Sobrinho, Presidente e Vice da Federação Espírita Brasileira – FEB, respectivamente.

Aderiram ao convite e se fizeram presentes, ainda, representantes das Uniões Regionais Espíritas 2ª (Ponta Grossa), 4ª (Bandeirantes), 7ª (Maringá), 13ª (Foz do Iguaçu), 15ª (União da Vitória) e das Metropolitanas Norte, Leste e Oeste (Curitiba).

Em sua abordagem inicial, recepcionando com largo sorriso a todos, Adriano Lino Greca destacou o trabalho das Inter-Regionais, que oportunizam a aproximação da FEP com o Movimento Espírita de todas as regiões do Estado.

Agradeceu a oportunidade ímpar da presença das lideranças da FEB e convidou a  Assessora de Comunicação da Presidência, Maria Helena Marcon, para apresentar os patrimônios doutrinários da FEP.

Maria Helena falou sobre o Programa Momento Espírita, desde sua concepção, em 1992, enfatizando a feliz ideia dos Dirigentes da Federativa, à época, tendo na Presidência, o saudoso Napoleão Araujo. Destacou o trabalho da equipe de redatores que produz material para veiculação diária em duzentas emissoras de rádio em todo o Brasil e dos tradutores voluntários. Apresentou os produtos gerados a partir do Programa: os vinte e oito CDs de textos, um em espanhol, oito de trilhas sonoras, dois dirigidos à criança, um DVD com animação, doze livros, além do serviço do Momento em Casa, dos tantos e-mails recebidos e respondidos, diariamente, o grande número de acessos ao site www.momento.com.br.

Sobre a Biblioteca Espírita Virtual, considerada rara fonte de pesquisa online, apresentou alguns itens exclusivos, como Le livre des Esprits, segunda edição, 1860 e Le livre des médiums, primeira edição, 1861.

O presidente da FEB parabenizou os servidores voluntários, externando contentamento em conhecer as atividades da FEP, de forma mais detalhada. Ressaltou a importância do estudo aprofundado da Doutrina Espírita por parte dos trabalhadores, finalizando: A causa é maior do que todos nós juntos. Nenhum de nós está neste trabalho por mérito, estamos por comprometimento.

 

Galeria dos presidentes

Os momentos seguintes foram destinados à visita à Sede Histórica, com explicações detalhadas da bibliotecária Vera Lúcia Carrano de Oliveira e de Adriano Greca.

O Presidente, que encerrou seu mandato em 31 de dezembro de 2015, Luiz Henrique da Silva, foi surpreendido ao chegar à Galeria dos Presidentes, no andar térreo, com o descerramento de seu retrato, com direito a discurso de José Virgílio Goes, que enalteceu o seu trabalho à frente da FEP.

As emoções foram muitas, complementadas pelo depoimento espontâneo de Nancy Westphalen Corrêa que, com sua prodigiosa memória, de quem viveu e acompanhou tantos trabalhadores da FEP, lembrou de vultos importantes. Importantes em termos de doação, trabalho hercúleo e dedicação.

 

Solenidade de posse

O Teatro da FEP recepcionou os convidados, à noite, para a solenidade de posse, que teve Paulo Roberto Oliveira como mestre de cerimônias.

A ocasião contou com a ilustre presença do Presidente e do Vice-Presidente da Federação Espírita Brasileira – FEB, Jorge Godinho Barreto Nery e Geraldo Campetti Sobrinho; do Presidente e Vice da Federação Espírita Catarinense – FEC, Olenyr Teixeira e Vilmar Manske; do Presidente da Federação Espírita do Rio Grande do Sul – FERGS, Gabriel Nogueira Salum; do Diretor de Planejamento e Coordenação da FEC, Ricardo Matos.

Representando os membros do Conselho Federativo Estadual – CFE, Presidentes das UREs, José Virgílio Góes, assessor Pró-Unificação e os membros efetivos por João de Mattos Lima, membro honorário do CFE.

Em cerimônia simples mas emocionante, foram empossados Adriano Lino Greca, Presidente; Danilo Arruda da Luz, 1º Vice-Presidente e Luiz Henrique da Silva, 2º Vice.

Em seu emocionado discurso, Adriano afirmou que sua gestão será de continuidade. Assumir a presidência da FEP é uma grande honra. Nosso objetivo é dar sequência ao estilo de gestão de Luiz Henrique, que foi marcada pela força, transparência e trabalho contínuo.

Recordou a tarefa valorosa de alguns Presidentes da FEP, salientando o papel de Abibe Isfer e João Ghignone, bem assim a importância dos tantos trabalhadores do ontem.

O Presidente ainda falou sobre o trabalho da FEP, destacando, com orgulho, os produtos que promovem a divulgação da Doutrina Espírita.

Os presentes foram brindados com palestra proferida pelo Presidente da FEB, na qual enfatizou a grande responsabilidade dos trabalhadores perante a Humanidade padecente, destacando comunicações recentes do amigo espiritual Bezerra de Menezes, em renovados alertas à resistência aos ataques das trevas ao Movimento Espírita.

Ao final, os empossados ficaram à disposição para a recepção dos votos de êxito, abraços das lideranças espíritas presentes, trabalhadores das Casas Espíritas, equipe de voluntários e funcionários da FEP.

Fotos: Francine Barros

 

Reunião com Diretorias, Coordenadorias e Assessorias

O sábado, 23 de janeiro, assinalou a presença de diretores de Departamento da FEP, coordenadores de áreas e assessorias, no Recanto Lins de Vasconcelos, desde o período matutino, alongando-se até o final da tarde.

A reunião, convocada pela Presidência, trazia o cunho de confraternização da equipe e alinhamento de diretrizes e planejamento de atividades para 2016.

Em tom otimista e esperançoso, Adriano Lino Greca propôs aos trabalhadores uma reflexão acerca da importância da autoavaliação dos departamentos e áreas, no intuito da busca pela excelência. Destacou a importância de inovações para melhores realizações.

Devemos estar alinhados à proposta de servir ao Consolador na face da Terra. Em algumas regiões, teremos que empreender ações mais efetivas, a fim de atender às reais necessidades. Se estivermos unidos, não haverá problemas que não possamos enfrentar, pontuou.

O encontro foi dividido em dinâmica em grupos, contribuições individuais sobre o trabalho a ser realizado, compartilhamento e discussão acerca das realidades de cada área.

Foram discutidas ações a serem empreendidas, a agenda FEP/UREs, o regimento interno dos departamentos, com detalhamentos entre a área doutrinária e a corporativa.

Foto: Jackson Adriano Ferreira

Assine a versão impressa
Leia também