Jornal Mundo Espírita

Junho de 2019 Número 1619 Ano 87
Sugestão de Leitura Envie para um amigo Imprimir

O Novo Testamento

outubro/2010

Como afirma o tradutor e autor da obra, Haroldo Dutra Dias, que profissionalmente é juiz de direito em Belo Horizonte, Minas Gerais, “o mercado editorial conta com inúmeras traduções do Novo Testamento, cada qual concebida e executada segundo necessidades do público leitor”.

Como se constata, o tradutor buscou ser fiel ao máximo ao texto em grego para “transportar o leitor ao cenário no qual Jesus viveu, agiu e ensinou, a fim de que escute suas palavras, como se fosse um morador daquela região”.

Outra preocupação foi de “aprofundar para recuperar o frescor original (…) sem as camadas interpretativas que se formaram ao longo dos séculos”.

As notas de rodapé, que não existem em outras traduções, ajudam na compreensão mais segura das passagens e dos ensinamentos, como alguns exemplos pinçados, que seguem abaixo:

Página 46: diabo = aquele que desune, que separa, que engana, caluniador.

Página 51: amém = concordância, aceitação, confirmação, de acordo, assim seja.

Página 77: arrependeram = mudança de mente, de sentimentos, de vida.

Página 152: corbau = lugar de dádivas, ofertas.

Página 159: consumação = tempo muito longo, idade, era.

Página 163: Batista = o que batiza, realiza a imersão, mergulho do arrependimento.

Página 222: gazofilácio = caixa de tesouro, de ofertas no templo.

Página 275: mestre = profundo conhecedor da Torah (livros de Moisés).

Página 323: candeia = lâmpada de barro alimentada por óleo (azeite de oliva)

Página 395: Rabbi = meu mestre.

Página 451: paracleto = enviado para consolar.

Página 510: perícope = o que rodeia, passagem, trecho de um escrito.

É uma tradução moderna, repleta de informações úteis, indispensáveis a pesquisadores, oradores, dirigentes…

Autoria: Haroldo Dutra Dias
Editora: CEI – Conselho Espírita Internacional
Tradução: Manuscritos Gregos

Assine a versão impressa
Leia também