Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

O menino que mentia

março/2008

Em uma bela colina, um menino pastor costumava levar seu rebanho para comer a grama verde e fresca que brotava. Um dia resolveu pregar uma peça nos vizinhos.

– Socorro! Socorro! Um lobo! Ele vai comer minhas ovelhas! Alguém me ajude!

Os vizinhos largavam tudo que estavam fazendo, e saíam correndo para socorrer o pequeno pastor. Mas que surpresa! Chegando à colina e viam-no a gargalhar! Não havia nenhum lobo, era só uma peça que queria pregar em todos.

Ainda outra vez o menino fez a mesma brincadeira. – Socorro! Ajudem-me! O lobo vai devorar minhas ovelhas! Socorro!

E todos iam novamente correndo ajudar. E ele caçoou de todos! E saiu gargalhando outra vez!

– Ha, ha, ha. Enganei todos vocês, não tem lobo algum!

Mas um dia, o lobo apareceu de verdade, e começou a atacar as belas ovelhas do menino mentiroso. Morrendo de medo, o pastor saiu gritando:

– Socorro, socorro! Alguém ajude! Um lobo, um lobo feroz!

Só que desta vez, os vizinhos ouviram a gritaria, mas pensaram:

– Ah! É só uma brincadeira.

E ninguém socorreu e o menino pastor perdeu todo seu rebanho.

Assim é: Ninguém acredita quando o mentiroso fala a verdade.

Esopo
Adaptação:  Departamento de Infância e Juventude

Assine a versão impressa
Leia também