Jornal Mundo Espírita

Novembro de 2017 Número 1600 Ano 85

Novo Hospital Bom Retiro será modelo de tratamento em saúde mental

outubro/2012

Entrega das novas instalações fazem parte das comemorações dos 110 anos da Federação Espírita do Paraná

O Hospital Espírita de Psiquiatria Bom Retiro (HEPBR), instituição com 67 anos de atendimento no bairro Bom Retiro, passa por um processo de reestruturação física e técnica para melhor atender aos pacientes e à sociedade. Dessa forma, como parte das comemorações dos 110 anos da Federação Espírita do Paraná (FEP) foram entregues as novas instalações do Hospital, no Jardim Botânico.

Iniciando as atividades no novo HEPBR em 9 de setembro, Reginaldo Araújo, 2º Vice-Presidente da FEP comenta: A transição dos pacientes foi tranquila e agora eles poderão aproveitar uma estrutura  melhor,  que os irá auxiliar na mais rápida recuperação.

O novo HEPBR irá proporcionar um ganho em qualidade de vida aos pacientes, pela estrutura diferenciada que terão no local. Com uma área de quase dez mil metros quadrados totais e cerca de três mil e oitocentos metros quadrados de área construída, o paciente terá uma ampla área de convivência, iluminação natural, área verde, monitoramento com câmeras de segurança, arquitetura especial (visores nas enfermarias, postos de enfermagem transparentes). O Hospital pretende assim tornar-se modelo de tratamento em Saúde Mental no Estado.

Com a nova estrutura física, o HEPBR aproveita para se alinhar com a Reforma Psiquiátrica Brasileira no Projeto Terapêutico para ter o foco no atendimento à crise, ou seja, as alterações mentais que causem risco a vida.

Para o diretor técnico do Hospital, Marlon Cruz Braga, o novo HEPBR segue as normas atuais da ANVISA e priorizará o bem estar do paciente. Não trabalhamos mais com o confinamento; o nosso maior objetivo é a integração familiar, social e com o meio. É tirar o paciente do leito e proporcionar uma melhora mais rápida e eficaz, destaca. Afirma que o paisagismo e a área verde são importantes para o tratamento. O fato da convivência com o verde, com um jardim bem cuidado e bonito auxilia na tranquilização do paciente, comenta. Braga ressalta ainda que o novo modelo de atendimento tem como foco diminuir o tempo de internação do paciente, encaminhando-o para a continuidade de tratamento na Rede de Atenção Psicossocial, buscando a sua reintegração à família e à sociedade.

A arquiteta Janir Simiema, responsável pela elaboração e execução do projeto, afirma que esse trabalho foi um desafio. A maior preocupação foi criar um ambiente agradável, iluminado e que não ofereça dificuldades de locomoção nem que possibilite riscos ao paciente. Com isso em mente, trabalhamos a simplicidade com funcionalidade, a favor do conforto e da segurança”, destaca. Segundo ela não existe nenhum degrau no novo hospital. Ele tem 100% de acessibilidade, comemora. De forma geral, o projeto foi concebido para melhor atender ao paciente.

A preocupação com o meio ambiente também fez parte do projeto, que preconiza o sistema de reutilização de água para jardinagem e lavagem externa da estrutura, bem como utilização reduzida de iluminação elétrica pela ampla utilização de vidros para iluminação externa.

Rede de Atendimento

Além da internação integral, também faz parte da rede de atendimento do HEPBR o Hospital-Dia SUS, as Clínicas-Dia, o Ambulatório e os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS).

Hospital-Dia SUS: com trinta vagas para pacientes portadores de transtornos mentais, principalmente para recém saídos da internação integral, com atendimento durante o dia de segunda a sexta.

Clínica-Dia Abibe Isfer: com sessenta vagas para pacientes com transtornos mentais, disponíveis para atendimento de convênios diversos e particulares.

Clínica-Dia AD Borges: com vinte e cinco vagas para pacientes com dependência de álcool e outras drogas, disponíveis para atendimento de convênios diversos e particulares.

Ambulatório: atendimento de consultas em psiquiatria, homeopatia, psicologia e terapia ocupacional, disponíveis para atendimento de convênios diversos e particulares.

Centro de Atenção Psicossocial para Transtornos Mentais (CAPS II): em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde Curitiba, com duzentas e vinte vagas para pacientes SUS em seus diversos regimes de atendimento (intensivo, semi-intensivo e não intensivo).

Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e Outras Drogas (CAPS AD): em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde Curitiba, com cento e noventa vagas para pacientes SUS em seus diversos regimes de atendimento (intensivo, semi-intensivo e não intensivo).

 

Sobre o Hospital Espírita de Psiquiatria Bom Retiro

O Hospital Espírita de Psiquiatria Bom Retiro, departamento da FEP, de caráter filantrópico sem fins lucrativos, presta atendimento especializado em saúde mental, e é um complexo de atenção à saúde mental que há sessenta e sete anos oferece atendimentos em diversos níveis de assistência, atualmente com noventa leitos SUS e quarenta e dois leitos particular e convênios.

 

Nossa Filosofia

O ser humano é um complexo biopsico-culturo-socioespiritual e, quando enferma, necessita de um tratamento abrangente e articulado.

O Serviço de Assistência Espiritual complementa o tratamento, quando solicitado pela família ou pelo paciente.

 

Endereços de atendimento:

Hospital Espírita de Psiquiatria Bom Retiro

Rua Eleonora Muricy Novaes, 171 – Jardim Botânico – Fone (41)3200-1900

 

Clínica Bom Retiro

Rua Floriano Essenfelder, 97 – Alto da Glória – Fone (41)3362-0733

 

Atendimento à Imprensa

Maria Luiza Campos

(41) 8808-6462

campos.marialuiza@gmail.com

Assine a versão impressa
Leia também