Jornal Mundo Espírita

Agosto de 2019 Número 1621 Ano 87

Nosso lar – comunidade do idoso

dezembro/2008

A Instituição de Longa Permanência (ILP) “Nosso Lar – Comunidade do Idoso” foi fundada em 8 de maio de 1987, passando pela Instituição em todos esses anos, 432 idosos. Atualmente estão institucionalizados 45 idosos, utilizando a capacidade máxima das vagas, com diversas solicitações de vagas em lista de espera.

Para tratar do assunto, o confrade Laércio Furlan concedeu a entrevista abaixo ao jornal “Mundo Espírita”:

1. Como surgiu a ideia de construir o Nosso Lar?

Partiu da iniciativa dos diretores da Comunhão Espírita Cristã de Curitiba com o intuito de complementar o atendimento do Albergue Noturno da FEP às pessoas em tratamento nos Hospitais de Clínicas e Erasto Gaetner.

Então, o Sr. Nadil Furlan, presidente da Comunidade Cristã de Curitiba na época, nomeou uma comissão especial para estudo e execução dos projetos de edificação do Instituto.

2. Qual o objetivo da Instituição?

O Nosso Lar objetiva propiciar ao idoso atendimento físico, psicológico e espiritual, com médico, fisioterapeuta, psicólogo, nutricionista, enfermagem e recreacionista.

3. Por que os familiares institucionalizam seus idosos?

Por diversos motivos como mudanças sociais, entrada no mercado de trabalho, sem disponibilidade para desempenhar o papel de cuidador(a), as dependências físicas que determinadas patologias causam e que inviabilizam ser atendidos em casa, a família delega essa função a terceiros que não atendem satisfatoriamente aos seus anseios e optam então pelo internamento.

4. Os familiares visitam seus idosos?

A filosofia da Instituição é estimular a manutenção dos laços de família. Quando existem ausências, o serviço de psicologia interfere na reaproximação.

5. Como se dá a adaptação do idoso na Instituição?

A adaptação para uns é fácil, para outros mais difícil. O Nosso Lar só aceita pacientes lúcidos e que queiram ficar na Instituição.

6. A recuperação dos idosos comprometidos acontece em que nível?

Muitos familiares têm expectativa de melhoras significativas a respeito do “idoso institucionalizado”, porém, conforme a patologia, os melhores resultados obtidos são a estabilização do problema, embora existam alguns casos surpreendentes de pacientes que voltam a andar ou recuperam algum aspecto cognitivo.

Houve um caso de uma senhora quase centenária, que pouco se lembrava dos filhos, entretanto, na época do Natal, um de seus filhos resolveu resgatar uma atitude que dela nesta ocasião: distribuir presentes.

Comprou presentes para os funcionários e fez com que ela entregasse um a um. A princípio ele precisou ajudar a mãe na distribuição, porém, à medida que a entrega prosseguia, sua memória foi retornando.

9. Como a Instituição trata os idosos com patologias graves, os que são violentos e agressivos?

A Instituição tem por norma utilizar muito pouco os remédios controlados. Quando um paciente manifesta comportamento inadequado a equipe busca interagir e neutralizar suas atitudes agressivas com paciência e dedicação.

10. Como é trabalhar numa ILP?

No começo existe um estranhamento proveniente dos nossos próprios estigmas culturais, porém, ou o indivíduo se apaixona, se compromete, ou não permanece.

O “Nosso Lar – Comunidade do Idoso” fica na Travessa Nosso Lar, nº 90 na Colônia Prado em Almirante Tamandaré.

Assine a versão impressa
Leia também