Jornal Mundo Espírita

Fevereiro de 2021 Número 1639 Ano 88
Notícias das URES Envie para um amigo Imprimir

Movimento Espírita no Paraná

Sociedade Espírita Os Mensageiros da Paz

abril/2009

A Sociedade Espírita os Mensageiros da Paz, sita à Rua Engenheiro Rebouças, nº 2519, em Curitiba-PR, foi fundada em 11 de abril de 1913, portanto, neste ano de 2009, completa 96 anos de existência.

 

Aspectos de sua fundação:

O início de tudo começa em 1908 com um modesto grupo de médiuns que se reunia em uma residência situada à Rua Silva Jardim, onde mais tarde foi construído o Hospital de Crianças Cezar Perneta, mantido atualmente pela Associação Raul Carneiro, que também mantém o Hospital Pequeno Príncipe.

Em face de orientações de benfeitores espirituais, o grupo fundou em 11 de abril de 1913 o Centro Espírita Os Mensageiros da Paz, que poucos anos após passou a ter a denominação  atual. Foi seu primeiro presidente o confrade Álvaro Vaz da Silva.

Merece destaque a administração do então presidente Estácio dos Santos que, no ano de 1939, elaborou um importante documento histórico, deixando registrado para o futuro a atuação dos abnegados irmãos fundadores.

 

Participação no Movimento Espírita:

Em 28 de junho de 1914, a diretoria deliberou filiar o Centro à Federação Espírita do Paraná, em gesto de verdadeira integração ao espírito de unificação do Movimento Espírita.

Em 1915 recebe o certificado de filiação da FEP assinado pelo secretário geral, o valoroso confrade Lins de Vasconcellos.

Com apenas dois anos de fundação, a Sociedade Espírita Os Mensageiros da Paz já era uma célula ativa do Movimento Espírita, pois participou do 2º Congresso Espírita Paranaense nos dias 23 a 25 de dezembro de 1915, na cidade de Ponta Grossa.

A Sociedade Espírita Os Mensageiros da Paz sempre esteve integrada ao Movimento Espírita do Paraná, coordenado pela FEP e seus órgãos de unificação.

Dentre os presidentes da SEMP, muitos fizeram parte dos órgãos federativos, tais como: Adolfo Riekes Júnior, Honório Melo, Francisco Alceu Coelho Martins, Mário Silveira, Nilson Ricetti Xavier de Nazareno, Rubens Corrêa e Valter Luis Divardin.

 

Evangelização Infanto-Juvenil

Consciente de que a educação espírita deve ser iniciada na infância, para melhor preparar o Espírito, visando seu desenvolvimento na sociedade, a diretoria dos primeiros anos criou em 28 de fevereiro de 1915 a Escola Moral Doutrinária para Crianças.

Muito ativa nas atividades de evangelização infanto-juvenil, a SEMP teve primorosa atuação no movimento juvenil dos anos 50/60/70 com a atuante mocidade espírita.

Importante foi o trabalho da Sra. Chame S. Zoccoli como diretora do departamento de infância e juventude na década de 80 e 90. Sob sua liderança reacendeu-se a chama do entusiasmo, promoveu-se a conscientização dos diretores, evangelizadores e frequentadores para a importância da evangelização infanto-juvenil.

Atualmente, as atividades de evangelização realizam-se aos domingos, às 10 horas.

 

Divulgação Doutrinária

A SEMP possui uma grande livraria, hoje denominada Mário Silveira, bem como uma ampla biblioteca denominada Alceu C. Martins; possui também uma excelente videoteca.

No ano de 2001, através de iniciativa, coordenação e liderança do confrade Rubens Corrêa, a SEMP passou a patrocinar o programa Espiritismo na TV. Desde seu início está sendo gravado nas dependências da SEMP e veiculado no canal comunitário das redes de TV a cabo NET e TVA em Curitiba-PR.

 

Ação Social Espírita

O departamento do Bem Estar Social da SEMP realiza atividades de apoio à outras entidades assistenciais, instaladas em regiões de maior carência, suprindo-as com alimentos e vestuário em caráter regular.

Uma de suas principais atividades para levantamento de recursos financeiros tem sido a realização de bazares e a venda de roupas usadas. Os recursos obtidos tem sido de grande  importância para fazer frente às diversas despesas da Sociedade.

A direção desse importante departamento no biênio 2008-2009 é exercida pela Sr. Eny Silveira.

 

Atividades doutrinárias

O departamento doutrinário da SEMP está muito bem estruturado em pessoal, equipamentos e instalações.

A SEMP possui doze grupos mediúnicos.

As atividades públicas são as seguintes:

Terças-feiras: Passes e exposição doutrinária, fluidoterapia e atendimento fraterno através do diálogo: 13h45 e 20h.

Quintas-feiras: programa básico da Doutrina Espírita-PBDE, Centro de Orientação e Educação Mediúnica-COEM, Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita-ESDE: 20h

Domingo: Passes, atendimento fraterno através do diálogo, palestras doutrinárias – estudo metódico de O Livro dos Espíritos: 10h

 

Diretoria

A Sociedade Espírita Os Mensageiros da Paz tem como presidente o Sr. Rubens Corrêa e na vice-presidência a Sra. Neusa Queiroz Fioravante.

Assine a versão impressa
Leia também