Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87
Notícias das URES Envie para um amigo Imprimir

Movimento Espírita do Paraná

Centro Espírita Os Mensageiros

abril/2010

No ano de 1972, em Foz do Iguaçu, alguns confrades que frequentavam a “Sociedade  Espírita Paz, Amor e Caridade” iniciaram reuniões na casa da Sra. Olímpia Escobar, na Rua Bartolomeu de Gusmão s/nº. Grupo assíduo, de aproximadamente 20 pessoas, desenvolvia atividades doutrinárias regulares como palestras, passes e estudos.

Em 23 de Março de 1973, esse grupo cria a “Sociedade Espírita Os Mensageiros”, nome sugerido pelo Juiz Ewaldo Adolfo Seeling, um dos fundadores, tendo como membros: Idalino Favassa, Ana Rodinski Motta, Ambrosio João Sgarioni, Ariclê Borges Saboya, José Trigueiro Filho (1º Presidente), Francisco Ferreira Motta, Ruy Alves Laureno Silva, Olimpia Escobar e Mario Gradella.

Inaugurada na noite de 12 de agosto de 1975, a sede da SEOM, agora em endereço definitivo, na Rua Padre Montoya, 454, recebeu a visita do médium espírita Francisco Cândido Xavier.

Na ocasião, recepcionado por trabalhadores e frequentadores da casa, Chico falou ao público, distribuiu rosas e psicografou mensagens, entre elas a “Oração no Tempo” ditada pelo Espírito Emmanuel.

Em agosto de 1999, foi aprovada pela diretoria a inclusão da figura de um beija-flor em sua logomarca. Não existe uma versão oficial para o significado, mas é consenso entre os trabalhadores que enquanto o beija-flor está ocupado em obter o néctar, ele carrega o pólen de uma flor para outra, ajudando no processo de fecundação, e assim a Sociedade, através dos seus trabalhadores, “semearia” a mensagem de Jesus e os postulados espíritas a todos aqueles que buscam o Espiritismo. A imagem surgiu primeiro numa camiseta feita pela Sociedade e tornou-se logomarca quando a diretoria, querendo determinar um padrão visual para seus documentos, a adotou. Posteriormente seria reestruturada, com traços mais leves.

Atualmente, o “Centro Espírita Os Mensageiros” ? razão social alterada em 2007 ? além das atividades regulares semanais, realiza dois eventos já considerados definitivos em sua programação anual: a Feira Cultural Espírita e a Feira do Livro Espírita.

As feiras culturais realizadas desde o ano 2000, organizadas pelo Departamento de Infância e Juventude, reúnem trabalhos produzidos pelas crianças, pelos jovens e pelos participantes dos estudos, os quais empenham-se em mostrar ao público os temas relacionados com a Doutrina.

Em 2005, o CEOM realizou a 1ª edição de sua Feira do Livro em praça pública. Sempre localizada na praça do colégio Bartolomeu Mitre, no centro de Foz, com o objetivo maior de divulgar a Doutrina Espírita, o evento a cada ano cresce em espaço físico (de 25m² em 2005 para 100m² em 2007 e seguintes) e resultados, tanto financeiros quanto aqueles que são imensuráveis: divulgação do livro espírita e do Espiritismo; atendimento aos que buscam orientações e informações; união da equipe de trabalhadores; conquista de novos frequentadores para as casas espíritas, etc.

Acreditando que “a arte deve ser o Belo criando o Bom” (André Luiz), o CEOM também realiza frequentemente, com grande aceitação popular, as apresentações artísticas, que englobam a Arte e o Espiritismo, promovendo a integração entre crianças, jovens e adultos. Teatro, música, poesia e dança contribuem para levar às pessoas toda a emoção e espiritualidade que refletem os ensinamentos de Jesus e do Espiritismo.

Neste ano de 2010, o CEOM retoma suas atividades, após um período de reforma e ampliação de sua sede. Com amplas e novas instalações, proporcionando melhor bem-estar para seus frequentadores e trabalhadores, o Centro Espírita Os Mensageiros está de portas abertas, bem como a diretoria e os trabalhadores estão de braços abertos para os companheiros do Movimento Espírita regional e estadual.

 

Atividades

Reuniões públicas – 3ª feira e 6ª feira às 20h

Grupos de estudo da Doutrina Espírita – 4ª feira às 20h e sábado às 15h

Evangelização espírita infantojuvenil – sábado às 15h

Atendimento social e evangelização – sábado às 8h30

Livraria – aberta durante as reuniões públicas e de estudos

 

Diretoria, para o biênio 2008/2010

Presidência: Paulo Cezar de Melo (Bagé)

Vice-Presidência: Ricardo Antonio Xavier Segundo (Dinho)

Secretaria: Patrícia Pereira

Tesouraria: Mercio Cezar Basso

Deptº Doutrinário: Ricardo A. Xavier Segundo

Deptº de Infância e Juventude: Rosa Aparecida Benites Machado

Deptº da Ação e Promoção Social Espírita: Doreen Boff Zadinello

 

Oração no tempo

“E tudo o que pedirdes na oração, crendo, o recebereis.” JESUS (Mateus, 21:22)

Senhor Jesus!

Esta é a casa que nos deste ao trabalho e à oração.

Ensina-nos a responder-te com o dever retamente cumprido.

Ilumina-nos o entendimento, a fim de que te possamos notar a presença em todos aqueles que nos alcancem as portas, mas especialmente naqueles irmãos outros que nos procurem fatigados de provação e de pranto.

Auxilia-nos o espírito para que venhamos a reconhecer que a fé vale pela execução das nossas tarefas de amor na fraternidade que nos legaste e ajuda-nos a conservar a bondade e a tolerância, a compreensão e o apoio que nos devemos uns aos outros.

Nas horas de crise, sê, por vossa misericórdia, o nosso amparo.

Nos dias de sombra, sê nossa luz.

Amado Mestre, guarda-nos a coragem, no exercício do bem, para que o desânimo não nos entorpeça o coração quando o desequilíbrio tente alcançar-nos e sustenta-nos a união para que a desarmonia não nos perturbe.

Seja quando for e com quem for, em qualquer condição e em todas as circunstâncias, auxilia-nos para que sejamos os mensageiros de Tua Bênção, aprendendo a servir contigo, hoje e sempre.

Assim seja.

EMMANUEL

Assine a versão impressa
Leia também