Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

Melhor do que carro zero km

março/2009

Pesquisadores definem felicidade como sendo constituída por dois componentes: experiências frequentes de emoções positivas, como alegria, interesse, orgulho, carinho, entusiasmo, tranquilidade e alcance dos objetivos da vida.

A professora da Universidade da Califórnia e autora do livro “A Ciência da Felicidade”, Sonja Lyubornirsky, acredita que a felicidade é muito subjetiva para ser medida, mas que devemos sempre fazer autoavaliações para tentar alcançá-la.

Apesar de não existir uma regra para a felicidade, pesquisas científicas constataram que a fonte do bem-estar são laços harmoniosos e amorosos entre as pessoas além de sentimentos como fraternidade e altruísmo.

Estudo com mais de 1700 pessoas nos Estados Unidos concluiu que comportamentos e emoções altruístas produzem uma espécie de “helper’s high” (barato de quem ajuda). Ele alivia desordens relacionadas ao estresse. como enxaqueca, e estimula a produção de endorfinas. Na verdade. a pesquisa descobriu que se obtém um prazer mais duradouro ao ajudar os outros do que ao comprar um vestido novo ou um carro zero. (Jornal “‘Gazeta do Povo, 16/11/2008)

Assine a versão impressa
Leia também