Jornal Mundo Espírita

Janeiro de 2020 Número 1626 Ano 87

Lux aeterna – recital com gravação de DVD ao vivo

janeiro/2018

Foram dois dias de elevação da alma, com as apresentações em 11 e 12 de novembro [2017], no Teatro da FEP, do Coral do Centro Espírita Ildefonso Correia e músicos convidados:

Piano: Fábio Cardoso

Teclado: Ana Elisa Estorilio

Cello: Thomas Jucks

Viola: Denis G. Castilho

Violinos: Atli Elendersen e Vitor Andrade

Percussão: Léo Cardoso

Trombone: Silvio Spolaore

Trumpete: Abimael Barboza de Oliveira.

Como solistas, atuaram o convidado Levi Brandão, a maestrina Liane Guariente e Andrey Cechelero.

O público aplaudiu intensamente, torcendo por bis em vários momentos. No repertório, músicas do ontem e do hoje, essas últimas tendo sido adquiridos ou cedidos, de forma graciosa, os direitos autorais dos próprios compositores.

Louve-se o desprendimento de autores internacionais e nacionais que, ao terem conhecimento do Projeto do DVD, que celebra os 20 anos do Coral, doaram seus direitos autorais ou os cederam por preços menores dos convencionais do mercado:

Minha prece (Liane Guariente)

Aleluia, Entre o céu e o coração, Negev e Vasto amor (Andrey Cechelero)

Encontros e despedidas (Milton Nascimento/Fernando Brandt)

Avinu Malkeinu/Under the window swaying wild cherry (Oração judaica/tema vocal da Igreja Ortodoxa Russa)

Lacrimosa (Wolfgang Amadeus Mozart)

I shall not live in vain (Bill Douglas)

Gloria (Sonja Poorman)

Kyrie (John Leavitt)

Hallelujah (Georg Friedrich Händel)

Baba Yetu – Pai Nosso – Swahili (Christopher Tin)

À frente de todo o projeto, o Setor de Artes da FEP, na pessoa de Andrey Cechelero que, além da direção musical, que dividiu com Liane Guariente, também ficou com a direção geral.

Os agradecimentos foram muitos, considerando as tantas pessoas que se envolveram direta ou indiretamente, próximas, colocando a mão na massa quanto à distância, como é o caso, especialmente, dos compositores nacionais e internacionais.

No espetáculo, foi realizada a primeira exibição no Brasil do premiado curta de animação The Lighthouse (O Farol), do diretor e roteirista Po Chou Chi. Realizado na Universidade da Califórnia, ganhou vinte e sete prêmios internacionais e foi apreciado em mais de cinquenta festivais de cinema, pelo mundo.

Po Chou Chi é bacharel em Belas Artes pela Universidade Nacional de Quink Dan-Ju e mestre em Arte Aplicada da Universidade Nacional de Chiao Tung, ambas em Taiwan.

Premiado cineasta independente, seu primeiro filme de animação em 3D, A gaveta da memória (2006), ganhou muitas homenagens e foi visto em vários países, como Alemanha, Japão, China, Estados Unidos, Coreia e França.

Completando o espetáculo, o público foi recebido no foyer, por interessante exposição fotográfica, idealizada por Cynthia Sarmento e Angela Meirelles, rememorando a trajetória do Coral, com suas tantas e variadas apresentações em hospitais, teatros, instituições beneméritas, Centros Espíritas do Paraná.

Também um preito de gratidão a integrantes que dele participaram, enquanto trabalhadores do Centro Espírita Ildefonso Correia, como a maestrina Doriane Rossi.

Presente, na primeira fila, aplaudiu o desempenho dos sopranos, contraltos, tenores e baixos, muitos deles treinados e regidos por ela, durante largo tempo.

O lançamento do DVD, que coroa o esforço e a dedicação desses que são diretores de departamentos, coordenadores de grupos de estudo da Doutrina Espírita, evangelizadores, palestrantes, coordenadores de juventude espírita, aplicadores de passe, participantes de reuniões mediúnicas, atuantes na assistência e promoção social, ou seja, trabalhadores da Casa Espírita  – condição sine qua non para a participação no Coral  – deverá ocorrer, no mês de março.

Fotos: Vanessa Kosop

Assine a versão impressa
Leia também