Jornal Mundo Espírita

Junho de 2019 Número 1619 Ano 87

Lições para a vida

Ballet de cegos encanta: enxergar com o coração

fevereiro/2015

Um ballet para cegos, em São Paulo, encanta a todos pela beleza e ineditismo.
O projeto é de uma bailarina e fisioterapeuta que dá aulas para alunos de três a sessenta anos.

Ao longo dos últimos dezenove anos, eu aprendi a enxergar o mundo com os olhos do coração e assim ver um planeta melhor. Para mim, o impossível não existe mais, diz a paulistana Fernanda Bianchini Saad, 35 anos.

Ela preside a Associação de Balé de Cegos Fernanda Bianchini – ABCFB, em São Paulo, organização sem fins lucrativos.

A Associação, fundada em 1995, oferece, de forma gratuita, cursos de dança e artes para crianças e adolescentes cegos e expressão corporal para idosos, com algum tipo de deficiência visual.

Ela é pioneira nesse ensino no mundo e se apresenta em vários Estados brasileiros.
A escola trabalha com professores remunerados, exceto Fernanda, que desenvolve o trabalho de forma voluntária com cem alunos. São sessenta deficientes visuais, trinta com outras deficiências e dez sem deficiência, uma espécie de inclusão às avessas.

As aulas variam de ballet clássico, sapateado, dança de salão, dança inclusiva, flamenco à estimulação precoce, ensinadas por meio do toque e da percepção corporal.
A dança marcou presença no encerramento das Paralimpíadas de Londres, na Inglaterra, em 2012.

Outro destaque foi o Quebra Nozes, e o espetáculo Paquita, em 2014, ambos realizados na capital paulista.

Nesse mesmo ano, a Companhia teve o reconhecimento internacional do Prêmio JK em Cultura e Inovações pelo Banco Internacional de Desenvolvimento-BID.

 

Desafios
Um dos maiores empecilhos foi quanto ao método, pois tive que desenvolver do zero, sendo algo inédito. Houve ainda a questão do preconceito, pois no início as pessoas não imaginavam que seria possível pôr a ideia em prática, conta Fernanda.
Meus pais nunca me deixaram desistir e os próprios alunos sempre mostraram como é fácil vencer barreiras e dificuldades na vida, quando se tem força de vontade e acreditamos em um sonho. 

A intenção de Fernanda é ousada: uma sede própria para a Associação, hoje alugada, e a expansão do projeto em nível mundial.

www.sonoticiaboa.com.br
http://www.associacaofernandabianchini.org

Assine a versão impressa
Leia também