Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

Lições para a vida

Brasil entre os primeiros em crescimento de energia limpa

agosto/2016

Países emergentes superaram os mais ricos em investimentos na área de energia limpa. A conclusão é do Renewables 2016 Global Status Report.

O Brasil aparece em segundo lugar em investimentos em energia hidrelétrica, de biodiesel e etanol. Perdemos apenas para a China.

Nosso país também é o quarto em energia eólica e o terceiro com a maior capacidade de geração de energia renovável, quando é levada em conta a fonte hidrelétrica, atrás de China e Estados Unidos.

Esse aumento, essencialmente a partir de energia solar e eólica, é um indicativo claro de que essas tecnologias são competitivas financeiramente (em relação aos combustíveis fósseis), diz Christine Lins, secretária-executiva da REN21 –rede de empresários, cientistas e gestores públicos em prol do avanço desse setor.

Elas são priorizadas por muitos países e cada vez mais também por empresas e investidores, o que é um sinal muito positivo.

Em 2015, as fontes de energia renovável cresceram em ritmo recorde no mundo. Os investimentos em energia eólica, solar e hidrelétrica foram o dobro do valor gasto em novas usinas de carvão e gás.

Cerca de 147GW (gigawatts) de energia renovável, principalmente eólica e solar, foram acrescentados à capacidade de geração do planeta.

China, Estados Unidos, Japão, Grã-Bretanha e Índia foram os países que mais contribuíram para esse crescimento.

 

Mundo

O investimento em energia renovável atingiu US$ 286 bilhões em 2015.

Com a China respondendo por mais de um terço do total no mundo, os países em desenvolvimento superaram as nações mais ricas pela primeira vez.

Essas nações investiram US$ 156 bilhões no ano passado, um aumento de 19% em relação a 2014.

www.sonoticia.boa.com.br, em 5.6.2016.

Neste momento em que experimentamos uma crise ambiental sem precedentes na história da Humanidade, é importante reconhecer a nossa responsabilidade, como espécie mais evoluída, na destruição dos recursos naturais não renováveis fundamentais à vida.[…]

A afirmativa é de André Trigueiro, em seu livro Espiritismo e Ecologia (cap. Sinais de alerta). A notícia acima nos confere esperanças de dias de maior conscientização em prol de um mundo sustentável, onde nos empenhamos em  manter a casa planetária em condições adequadas.

Assine a versão impressa
Leia também