Jornal Mundo Espírita

Maio de 2019 Número 1618 Ano 87

Lições para a vida

Uma história de tenacidade e superação

maio/2016

Maurício Tchopi Dumbo concluiu a graduação em Direito e iniciou um curso de pós-graduação em Direito Processual Civil. Com deficiência visual total, Maurício é angolano, tem 25 anos de idade e foi alfabetizado apenas após os 11 anos, quando chegou ao Brasil. Ele e cinco irmãos perderam o pai, soldado que lutava na guerra civil de seu país.

Ingressou como estagiário do Tribunal de Justiça do Paraná, em 2015 e sonha alto: No futuro, quero ser juiz e pretendo um dia trazer minha mãe a Curitiba, para poder lhe oferecer uma vida melhor.

A mãe, que ainda vive em Angola, desde a morte do marido, trabalha como diarista para sustentar a família.

Há 14 anos, Dumbo deixou a família e seu país, aproveitando uma oportunidade oferecida pelo governo angolano, de estudar no Brasil. Chegou a Curitiba, onde iniciou do zero a sua vida escolar.

Quando o suporte financeiro deixou de ser enviado por Angola, Maurício deveria retornar ao país africano, junto com o grupo de nove conterrâneos. Procurou a mídia para pedir ajudar. O resultado foi ter conseguido uma bolsa de estudos em Universidade particular e um estágio no Tribunal de Justiça.

Exemplo de superação, entre outros desafios, Dumbo faz diariamente, sozinho, quatro viagens de ônibus para se deslocar pela cidade entre a sua casa, o estágio e a faculdade. Outro detalhe é que utiliza um programa de computador para transformar em áudio o vasto material escrito de seus estudos e trabalho.

Durante as aulas na Universidade, fico com um fone num dos ouvidos, onde acompanho em áudio as informações que estão no notebook, enquanto com o outro ouvido acompanho as explicações dadas pelo professor, explicou.

Ele é jogador profissional de futebol de salão (Fut 5) e foi eleito o melhor jogador do Brasileirão 2015 de futebol de salão para pessoas com deficiência visual, torneio em que o seu time foi campeão.

Nacionalizado brasileiro, foi convocado para integrar a seleção brasileira de futebol de Salão nas Paralimpíadas do Rio 2016.

Representar o Brasil nas Paralimpíadas é a realização de mais um sonho, disse.

Maurício é um exemplo de vontade, de perseverança, de luta.

Um exemplo que nos diz que além de Deus, o que precisa o homem para viver, para espantar as suas sombras, é sonhar e com vontade perseguir a concretização dos seus sonhos.

www.tjpr.jus.br/noticias.uol.com.br

Assine a versão impressa
Leia também