Jornal Mundo Espírita

Dezembro de 2020 Número 1637 Ano 88

Lições para a vida

Um amor antes da vida terrena

abril/2016

O casal americano Ian e Brittani McIntire soube que seria pai de dois herdeiros, um menino e uma menina.

Mason, o menino, apresenta uma deficiência cardíaca e uma deformação no cérebro. Ele pesa somente duzentos e cinquenta e cinco gramas, enquanto a irmã pesa um quilo.

Segundo as indicações médicas, a chance de sobrevivência de Mason seria uma cirurgia cardíaca, inviável pelos problemas do pequenino cérebro.

A apreensiva situação ganhou uma tonalidade mais alegre, quando o ultrassom mostrou o bebê segurando a mão de sua irmã, no útero materno.

A mãe, emocionada, declarou: Eu o carrego mas a única que pode estar ali, com ele, é ela. E o está segurando.

É reconfortante saber que, haja o que houver, ele não estará sozinho.

Vendo a imagem, que se tornou viral na internet, cogitamos do seu significado profundo.

A irmãzinha, que o segura pela mão, estará dizendo: Fique, lute, não tema?

Estará passando energias revitalizadoras ao irmãozinho? Desejará que ele nasça, e que possa estar ao seu lado?

De onde vêm essas almas, nos indagamos. Quantas vidas terão realizado juntas?

Se decidiram serem gestadas juntas, bons motivos existem, com certeza. Motivos que se perdem na curva do tempo e falam de uma afeição profunda.

Se Mason conseguirá vir à luz e sobreviver, somente Deus o sabe.

O que é certo é que o amor o sustenta, e lhe insufla ânimo.

O amor o fortifica e aguarda que a vida se concretize, no plano físico, para prosseguirem juntos.

Doces mistérios do amor que se perpetua no tempo…

Profunda lição de amor em tempos em que a vida intrauterina, para tantos, carece de importância. Para tantos que clamam pela interrupção da gestação quando o feto apresenta qualquer dificuldade.

http://www.msn.com/pt-br/noticias/brasil/beb%C3%AA-com-problema-card%C3%ADaco-segura-a-m%C3%A3o-da-irm%C3%A3-g%C3%AAmea-no-%C3%BAtero/ar-BBpDJn1?fullscreen=true#image=1

Assine a versão impressa
Leia também