Jornal Mundo Espírita

Maio de 2019 Número 1618 Ano 87

Lições para a vida

Di Caprio doa Us$ 15 milhões: meio ambiente

janeiro/2016

Asseveram os Evangelhos que a mão esquerda não deve saber o que faz a direita (Mt., 6:3). Entretanto, quando ações beneméritas envolvem celebridades, a informação explode nas mídias. Não se pode deixar de registrar que certos exemplos são importantes de divulgar, considerando-se as possibilidades de contágio do bem, tanto quanto para que se saiba de quantos estão se importando com este nosso mundo exaurido e que necessita de ações emergenciais.

Assim ocorreu quando Leonardo Di Caprio anunciou, no mês de julho [2015] que sua Fundação iria doar US$ 15 milhões – mais de R$ 47 milhões – para instituições que atuam em projetos para salvar o meio ambiente em todo o mundo.

Entre as organizações beneficiadas constaram a Amazon Watch, a Save The Elephants e a WWF.

A destruição do nosso planeta continua em um ritmo que não podemos mais ignorar. Os grupos [destinatários] estão empenhados na solução do maior desafio que já existiu para a humanidade, destacou o ator.

Ambientalista convicto, Di Caprio criou sua própria Fundação em 1998, um ano após o clamoroso sucesso de Titanic.
A instituição tem como meta proteger o planeta e as espécies de animais que correm risco de extinção.
Hoje, seu projeto apoia programas em mais de quarenta países.

Em 2014, a Organização das Nações Unidas – ONU nomeou o artista como um mensageiro da paz, com foco, principalmente, nas questões que envolvem as mudanças climáticas.

www.sonoticia.boa.com.br

 

Quando se leem as advertências a respeito das mudanças climáticas e padrões de consumo, que se encontram em 20% além da capacidade de reposição da biosfera terrestre, e que ameaçam a sobrevivência da espécie humana, investimentos dessa importância nos acenam com esperanças da recuperação de um planeta cansado e espoliado por nós, os seres pensantes da Criação.

Cabem reflexões a respeito do consumo consciente e da pegada ecológica (número de hectares usados para atender à necessidade média de cada pessoa). Também para pensarmos em atitudes que podemos tomar, desde agora, para colaborar com a diminuição das emissões de gases, a conservação das matas, a preservação da água.

Para nos auxiliar nisso tudo, recomendamos a obra de André Trigueiro, Mundo sustentável2, ed. Globo, 2012 (www.livrariamundoespirita.com.br).

Assine a versão impressa
Leia também