Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

Lições para a vida

A mulher que nasceu de novo

maio/2015

Maria das Mercês Silva, sessenta e seis anos, queria ter ido para a escola quando era menina. Seu pai dizia que estudo era coisa de homem. Sem saber ler e escrever, a menina cresceu, casou, cruzou o país, virou mãe e tornou-se avó.

Depois de tantos capítulos vividos em Pernambuco, Paraná, Distrito Federal e São Paulo, ela diz que nasceu de novo. O renascimento começou há dois anos, quando, incentivada pelo neto, Maria passou a frequentar a escola pela primeira vez.

Ela está no 2º período do EJA  – Educação de Jovens e Adultos – o equivalente ao 4º e 5º anos do ensino fundamental,  em uma turma de doze alunos, com idades entre trinta e seis e setenta e um anos.

O principal estímulo vem do neto Felipe Alexandre Feitosa dos Santos, dez anos, que vive com a avó desde que tinha um ano e seis meses. Sem contato com os pais, desde então, o menino sempre foi incentivado a estudar. A situação se inverteu quando ele passou a pedir ajuda nas tarefas escolares e, como resposta, ouvia o choro de Maria.

Eu chorava porque não conseguia ajudar nas tarefas, lembra ela.

Vovó, vamos para a escola. Vai ser bom para você. Você vai aprender e vai me ensinar, passou a dizer o neto.

Ela já melhorou muito. Reconhece palavras, escreve e sabe ler. Eu costumo corrigir as lições dela, mas quero que, um dia, ela corrija as minhas, diz o futuro advogado, que frequenta o 5º ano na Escola Municipal Marumbi.

A história de Maria e Felipe chamou a atenção do poder público. Felipe tornou-se um herói mirim do Projeto Kids of Curitiba, que retrata o perfil de crianças vencedoras e com histórias de superação, no perfil da Prefeitura de Curitiba, no Facebook.

Eu estou muito feliz. Estou igual a uma criança. Sabe quando a pessoa está cega e começa a enxergar? É isso que está acontecendo comigo hoje. Aprendendo a ler e a escrever, eu nasci de novo, diz a faxineira que sonha continuar os estudos para ser professora.

http://educacao.uol.com.br/noticias/2015/03/19/eu-nasci-de-novo-diz-avo-que-voltou-a-estudar-por-causa-do-neto.htm 

 

A escola é o santuário da revelação divina. Dentro dela a mente humana retoma os tesouros do passado e entra em contato com as grandes vozes da sabedoria para a sublime ascensão no amor. E nos altares invisíveis, em que se enriquece de luz, a alma que ensina participa com o Senhor do júbilo celeste de criar.

João Bosco.

Do livro Dicionário da alma, psicografia de Francisco Cândido Xavier, ed. FEB.

Assine a versão impressa
Leia também