Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

Lições para a vida

Papa doa Harley Davidson para a caridade e ajuda idosa roubada

abril/2014

O Papa Francisco mostra mais uma vez o seu jeito franciscano de ser, que encanta multidões mundo afora, pela simplicidade, desprendimento e benevolência.

Agora ele doou uma moto Harley-Davidson, com que tinha sido presenteado, em junho de 2013.

O veículo caro, foi doado, no início de janeiro [2014], à Caritas de Roma, para que seja encaminhado ao Albergue Don Luigi di Lietro.

É um albergue que fica no centro de Roma e dá abrigo e comida a mais de mil pessoas necessitadas.

A moto americana foi um presente dado durante o 110 º aniversário da Harley- Davidson.

Na época, cerca de trinta e cinco mil motociclistas se reuniram em Roma sob o lema Deus viaja de Harley pelas ruas da Cidade Eterna.

Na ocasião, o Papa abençoou e congratulou-se com os motociclistas.

*

O Papa Francisco também mandou entregar um cheque de duzentos euros, pouco mais de seiscentos reais a uma senhora idosa de Marghera, norte da Itália, que lhe escreveu, em setembro de 2013,contando que tinham roubado sua carteira com cinquenta e quatro euros, que tinha emprestado.

O roubo ocorreu quando ela se dirigia ao Hospital para visitar seu marido doente.

O cheque do Papa foi enviado juntamente com uma cópia da carta dela. O Vaticano anexou ainda uma bênção apostólica para ela e seu marido.

*

Estas notícias foram postadas no site www.sonoticiaboa.com.br, em 19 de janeiro e nos falam de desprendimento e preocupação pelo semelhante.

Nos apontamentos de Mateus (cap. VI, VV. 1 e ss) colhemos as exortações de Jesus: Tende cuidado em não praticar as boas obras diante dos homens, para serem vistas, pois, do contrário, não recebereis recompensa de vosso Pai que está nos céus. –  Quando derdes esmola, não saiba a vossa mão esquerda o que faz a vossa mão direita; –  numa pregação do anonimato das boas ações.

Considere-se que o Papa não pediu a divulgação dos seus gestos que, no entanto, dada sua figura pública, acabaram por se tornar notícias, chamando a atenção.

Mas, num mundo em que tanto se anunciam as coisas ruins, a maldade e a corrupção, é importante que atos de bondade e amor ao semelhante, mereçam manchetes. E sejam reproduzidos pela mídia impressa, falada e televisiva muitas vezes.

O mundo precisa de boas notícias para contagiar outras pessoas a imitarem os gestos nobres, a fim de que o bem se espalhe pela Terra, frutificando prodigiosamente.

Se aprendemos, no Evangelho, que o mal somente deva ser divulgado quando seja para evitar prejuízo a outrem, as boas obras, o que seja dignificante deve ser intensamente propagado.

Isso nos alimenta a esperança e confere a certeza de que caminhamos, a passos lentos, mas firmes, rumo à aurora da Nova Era. Era do amor, do entendimento de que somos todos filhos do mesmo Pai e que nos devemos auxiliar, mutuamente, em todos os dias de nossas vidas.

Assine a versão impressa
Leia também