Jornal Mundo Espírita

Outubro de 2019 Número 1623 Ano 87
Sugestão de Leitura Envie para um amigo Imprimir

Jesus e Vida

novembro/2007 - Por Carlos Augusto de São José

“A turbulência vence a paz, o conflito domina o amor, a luta desigual substitui a fraternidade”.

“… Mas essas ocorrências são apenas o começo da grande transição”.

Estas frases, encontradas no primeiro capítulo da obra, são de impressionar. É o cenário do final dos tempos! Joanna mostra-nos que estamos às vésperas de transformações históricas.

Seu estilo, sempre comedido, ousa pela contundência de suas expressões, abordando com franqueza e energia os desvios de conduta de pessoas e instituições, como uma mãe amorosa diante de filhos invigilantes que se distraem no crime, sem perceberem que estão a caminho do calabouço. É um rasgo de dor!

Os demais capítulos, num total de 30, obedecem a mesma linha de orientação aos de boa-vontade.

Alguns deles tratam de temas ricos, pelo ineditismo e pela profundidade dos conceitos, como se observa em “Silêncio”, ao nos dizer: “Aprende a calar e a meditar, a harmonizar-te e a não perder a serenidade na multidão desarvorada e falante”.

Em “Armadilhas”, lamenta: “Infelizmente, ainda não há lugar, na atual sociedade, para pessoas sérias portadoras de projetos de enobrecimento para a humanidade”.

Com a coragem ética que lhe tipifica o caráter, a conhecida e lúcida benfeitora trata da delicada questão do ciúme e da traição, consequentes de perturbação, que estão comprometendo perigosamente os objetivos sagrados das diversas escolas do Cristianismo, incluindo a espírita, ao declarar “Em respeito à caridade”: “Fraternalmente sorrindo, disputando privilégios que se atribuem méritos, destaques, primazias, embora abraçando uma doutrina que preconiza a humildade, a renúncia, a abnegação, a compaixão… a caridade”. Recapitula, assim, a preocupação de “O Espírito de Verdade” contida na página “Os obreiros do Senhor”, capítulo XX, de “O Evangelho segundo o Espiritismo”, há cento e quarenta e três anos, quando admoesta: “Impor silêncio aos vossos ciúmes e as vossas discórdias, a fim de que daí não venha dano para a obra. Mas, ai daqueles que, por efeito das suas dissensões, houverem retardado a hora da colheita, pois a tempestade virá e eles serão levados pelo turbilhão.”

Nas demais páginas, temos a nítida certeza de que Joanna acompanha de muito perto e com preocupação as aflições diárias de nossa sociedade encarnada.

Basta-nos ler “Sofreguidão pelo poder”, “Ante a violência”, “Culto lamentável”, “Comportamentos esdrúxulos” para constatar esta realidade, resultante da multiplicidade dos dramas produzidos pela mente humana transitoriamente adoentada.

Em “Heroísmo verdadeiro”, encontramos enorme alento, a força necessária para prosseguir nas tarefas que abraçamos. Ela identifica os méritos legítimos que podemos obter na prática de atividades comuns junto à sociedade, à família, ao trabalho profissional, ao campo religioso, à vida de relação, entre outras, que, muitas vezes desprezíveis para o orgulho humano, podem ser a tábua de nossa redenção.

“Jesus e Vida” é sagrado roteiro para quem quer viver a vida com Jesus.

Disponível na Livraria Mundo Espírita, na Praça Osório, 399, em Curitiba. Televendas (41) 3225-2739. Também podendo ser adquirido através da livraria virtual: www.livrariamundoespirita.com.br.

Autora espiritual: Joanna de Ângelis
Médium: Divaldo Pereira Franco
Publicação: Livraria Espírita Alvorada Editora

Assine a versão impressa
Leia também