Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

Ir e ensinar

agosto/2011

“Portanto, ide e ensinai…” – Jesus (Mateus, 28:19)

Estudando a recomendação do Senhor aos discípulos – ide e ensinai – é justo não olvidar que Jesus veio e ensinou.

Veio da Altura Celestial e ensinou o caminho de elevação aos que jaziam atolados na sombra terrestre.

Poderia o Cristo haver mandado a lição por emissários fiéis… poderia ter falado brilhantemente, esclarecendo como fazer…

Preferiu, contudo, para ensinar com segurança e proveito, vir aos homens e viver com eles, para mostrar-lhes como viver no rumo da perfeição.

Para isso, antes de tudo, fez-se humilde e simples na Manjedoura, honrou o trabalho e o estudo no lar e, em plena atividade pública, foi o irmão providencial de todos, amparando a cada um, conforme as suas necessidades.

Com indiscutível acerto, Jesus é chamado o Divino Mestre.

Não porque possuísse uma cátedra de ouro…

Não porque fosse o dono da melhor biblioteca do mundo…

Não porque simplesmente exaltasse a palavra correta e irrepreensível…

Não porque subisse ao trono da superioridade cultural, ditando obrigações para os ouvintes…

Mas sim porque alçou o próprio coração ao amor fraterno e, ensinando, converteu-se em benfeitor de quantos lhe recolhiam os sublimes ensinamentos.

Falou-nos do Eterno Pai e revelou-nos, com o seu sacrifício, a justa maneira de buscá-lo.

Se te propões, desse modo, cooperar com o Evangelho, recorda que não basta falar, aconselhar e informar.

“Ide e ensinai” a palavra do Cristo, quer dizer: “Ide e exemplificai para que os outros aprendam como é preciso fazer”.

(Fonte Viva, Chico Xavier – Espírito Emmanuel, cap. 116, ed. FEB)

Que este lembrete de Emmanuel nos motive ao ânimo e coragem no trabalho da
evangelização infantojuvenil, neste segundo semestre que ainda temos a percorrer.

 

VII Encontro de diálogo inter-religioso

No dia 22 de junho de 2011, no período da tarde, aconteceu no auditório da Biblioteca Pública do Paraná, o VII Encontro de Diálogo Inter-religioso, promovido pela ASSINTEC – Associação Inter-religiosa de Educação.

Estiveram presentes representantes de 7 religiões – membros da ASSINTEC. A Federação Espírita do Paraná, como membro dessa associação, enviou como representante a Diretora do Departamento de Orientação à Infância e Juventude, Tatyanna Braga de Moraes.

O tema desse encontro foi: Biocivilização – Terra da Esperança. O público presente, formado por professores de ensino religioso de escolas municipais e estaduais, pôde ouvir as considerações de cada religião sobre o tema central.

Os convidados discorreram sobre os enfoques de cada uma das religiões sobre o tema: ecologia, meio ambiente, nova postura que o ser humano está tomando diante do quadro em que a Terra se encontra, etc.

Depois de breves considerações feitas pelos representantes presentes, foi aberto espaço para perguntas dos participantes.

Mesmo em uma tarde chuvosa, o auditório estava repleto e os participantes muito interessados em aprimorar seus conhecimentos sobre as diferentes abordagens.

Mas um ponto comum foi ressaltado por todas as vertentes religiosas, a importância da mudança interior, de cada um dos habitantes desse planeta, e da sua reconexão com a mãe Terra, a quem tanto devemos.

Assine a versão impressa
Leia também