Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

Intolerância religiosa – ações sugeridas aos espíritas

outubro/2019 - Por André Trigueiro

Ponderações do jornalista, repórter, escritor e orador espírita André Trigueiro,
extraídas da revista O médium, julho e agosto 2019, publicação da
Aliança Municipal Espírita de Juiz de Fora

 Participar do e apoiar o movimento inter-religioso, não permitir na casa espírita, seja por parte de palestrantes ou de quem quer que seja, qualquer narrativa, qualquer discurso que resvale no preconceito ou na intolerância; e se manifestar publicamente contra qualquer violência cometida contra qualquer tradição.

No Brasil, hoje, temos, infelizmente, estatísticas preocupantes de depredação de terreiros e de artigos de fé, de umbandistas e de candomblecistas. Em nome de Jesus (!), algumas tradições radicalizadas que bebem do Cristianismo cometem esse crime. Não vi até esse momento nenhuma manifestação de peso e contundente das organizações que representam o Espiritismo no Brasil.

(…) Enquanto espírita, no espaço público que ocupo, já me manifestei completamente solidário aos umbandistas e candomblecistas porque, enquanto espírita, eu sei que a Doutrina  foi perseguida e  foi proibida por lei no meu país. O que não desejo para o outro,  não desejo para mim. Se finjo que não estou prestando atenção, se  ignoro e silencio diante dessa arbitrariedade e dessa violência imposta aos meus irmãos candomblecistas e umbandistas, isso um dia pode se voltar contra mim, (…) Não é exagero dizer que não temos nenhuma segurança de que isso não possa vir a acontecer. O Brasil é um Estado laico, precisamos defender a laicidade do Estado brasileiro, isso é uma conquista civilizatória; as pessoas têm o direito de acreditar em quem elas bem entenderem e o direito de não acreditar em nada, sem serem patrulhadas ou sem serem perseguidas por isso. O Brasil tem isso assinalado na Constituição. E precisamos, defendendo a laicidade, nos posicionarmos, como eu disse, clara e ostensivamente contra qualquer violência imposta a qualquer religião ou tradição espiritualista. (…)

Assine a versão impressa
Leia também