Jornal Mundo Espírita

Outubro de 2017 Número 1599 Ano 85
Notícias das URES Envie para um amigo Imprimir

Inter-Regional Noroeste

Um encontro de lideranças e trabalhadores

agosto/2010

O Grande Encontro foi de alegria, paz, entendimento, aprendizagem e nobres experiências. Tudo regado ao sabor de sorrisos e abraços, recheado de oportunos esclarecimentos quanto ao proceder espírita no âmbito das atividades doutrinárias da Casa Espírita. Referimo-nos à Inter-Regional Noroeste, que reuniu Federação Espírita do Paraná, seus diretores e departamentos, dirigentes e trabalhadores das quatro Uniões Regionais Espíritas que compõem a região Noroeste (7ª URE, sede Maringá; 8ª URE, sede Paranavaí; 9ª URE, sede Umuarama e 11ª URE, sede Campo Mourão). Tudo aconteceu nos dias 17 e 18 de julho último, no Campus da UNIPAR, na cidade de Paranavaí.

A caravana FEP, com disposição ímpar, deu conta da maratona com alegria contagiante. Não faltou entusiasmo e disposição. Apesar da longa viagem de Curitiba a Paranavaí, nos seus 516 km, vencidos em ônibus fretado, logo ao cair da noite do sábado, ei-la a postos para a reunião com os presidentes e representantes dos Centros Espíritas da inter-região. Na oportunidade, o Centro Espírita Fé, Amor e Caridade, local da reunião, acolheu cerca de 60 dirigentes que ouviram, falaram e refletiram sobre o Movimento Espírita regional e estadual.

Notícias alvissareiras foram anunciadas por Francisco Ferraz Batista, presidente da Casa Mater do Espiritismo no Paraná, a exemplo do andamento das obras no Recanto Lins de Vasconcellos, com o seu centro de treinamentos em fase avançada de acabamentos. O espaço, afirmou Francisco, será valioso patrimônio para uso do Movimento Espírita de todo o Paraná Espírita, além de servir de fonte de recursos a serem aplicados na divulgação do Espiritismo. Hoje o Recanto já funciona com capacidade parcial e atende a diversos eventos doutrinários.

Depois da sucinta exposição feita pelos diretores fepianos sobre sua respectiva área de atuação e responsabilidade, manifestaram-se os dirigentes e trabalhadores inter-regionais, numa troca salutar de experiências que, depois de pouco mais de duas horas, culminou com o apelo do presidente da URE anfitriã, Sérgio Castelão Pinheiro, para a continuidade do Encontro na manhã seguinte.

No dia imediato, um belo domingo de sol, cerca de 220 trabalhadores se reuniram, das 09 às 12h30, na UNIPAR – Paranavaí, para a continuidade das atividades.

Em seus primeiros momentos, o grande encontro reservou espaço para a fala do presidente da FEP, que destacou o fato de vivermos os bons ventos da divulgação espírita, ao sabor do espaço midiático que enfatiza temas espíritas por conta do centenário do nascimento do saudoso médium Francisco Cândido Xavier. O fato, destacou Francisco, reflete num acréscimo de responsabilidade para todos nós que nos comprometemos com a divulgação da sã doutrina. Em sua fala, discorreu ainda sobre os diversos projetos que a Federação Espírita do Paraná vem desenvolvendo em prol do Movimento Espírita e apresentou com recursos audiovisuais o relatório das atividades doutrinárias da no decorrer de 2010.

Depois de destacar a importância da união dos esforços em torno do ideal espírita para uma Humanidade renovada e tecer vários e oportunos  comentários sobre o Movimento Espírita do Paraná, Francisco Ferraz liberou o grande grupo para atender ao momento de interação dos trabalhadores presentes, que foram separados em grupos de trabalho conforme prévia opção realizada pelos participantes entre as nove áreas propostas, a saber: (1) Estudo da Doutrina Espírita; (2) Estudo da Mediunidade; (3) Atendimento Espiritual; (4) Orientação ao Serviço Social Espírita; (5) Orientação à Infância e à Juventude; (6) Unificação; (7) Expansão do Movimento Espírita; (8) Área Administrativa e Institucional; e (9) Comunicação Social Espírita.

Formados a partir do interesse individual de seus participantes, os novos espaços contemplaram enfoques específicos por parte dos coordenadores, que elucidaram questões do dia a dia das Casas Espíritas, colheram subsídios e oportunizaram a salutar troca de experiências.

Destaque-se a presença de razoável quantidade de novos trabalhadores no Encontro, o que confirma o interesse pelo trabalho doutrinário, dando conta de um Movimento Espírita maduro e centrado no foco de um Espiritismo atuante sob o ponto de vista de seu nobre escopo: a transformação moral da Humanidade.

O Jornal Mundo Espírita, na sua versão Eletrônica (www.mundoespirita.com.br), foi novidade acolhida com muita alegria, como também a presença da Livraria Mundo Espírita, com seu stand montado no local do evento.

Ao final, satisfeitos e recompensados, despediram-se os trabalhadores na expectativa de novos eventos similares que por certo funcionam à maneira de estimulantes ao nobre trabalho da divulgação doutrinária.

Assine a versão impressa
Leia também