Jornal Mundo Espírita

Agosto de 2019 Número 1621 Ano 87
Notícias das URES Envie para um amigo Imprimir

Inter-Regional Noroeste

agosto/2013 - Por Grupo Editorial

Na continuidade do ciclo das Inter-Regionais, coube à 8ª União Regional Espírita – URE, ser a anfitriã da Inter-Regional Noroeste, nos dias 15 e 16 de junho, em Paranavaí.

 O frio e a garoa fina, no sábado à noite, 15, não foi impedimento a que a Reunião dos Dirigentes dessa Inter-Regional, no Centro Espírita Fé, Amor e Caridade, registrasse o maior percentual de adesão, nessa versão 2013.

 Assinalando uma participação de 59% das Casas Espíritas, compareceram representantes de vinte e três Centros Espíritas, sendo dez da 7ª URE (sede Maringá), sete da URE anfitriã (Paranavaí), três da 9ª URE (Umuarama) e três da 11ª URE (Campo Mourão), totalizando dezessete municípios: Alto Paraná, Altônia, Campo Mourão, Cianorte, Cruzeiro do Sul, Mandaguari, Marialva, Maringá, Nova Esperança, Nova Londrina, Paranacity, Paranavaí, Peabiru, Santa Fé, Santa Isabel do Ivaí, Sarandi e Umuarama.

 Wandrey Mundin Ferreira, Presidente da 8ª URE, presidiu a mesa diretora, composta pelo Presidente da FEP, Luiz Henrique da Silva, pelo 2º Vice-Presidente, Adriano Lino Greca, pelos Presidentes das UREs: Alcides Batista da Silveira (7ª), Carlos Alberto Françolin (9ª), Edemilson Luis Siqueira (11ª) e o Secretário da Inter-Regional Noroeste, Paulo Moro (Cianorte).

 A Equipe da FEP venceu os quase quinhentos quilômetros da capital a Paranavaí, com alegria e bom ânimo, apesar da chuva insistente na quase totalidade do percurso e foi apresentada por Luiz Henrique, que frisou que requisito básico para participar dessa equipe é o voluntário estar vinculado a Centro Espírita, como membro atuante, configurando, portanto, a sua ativa participação no Movimento Espírita:

 Setor de Estudo da Doutrina Espírita: Karina Della Giacoma Greca, Cláudia Rojas e Luis Maurício Resende;

 Setor de Atendimento Espiritual na Casa Espírita: Maria Rabel e João Edson Alves;

 Setor de Assistência Social Espírita: Shou Wen Allegretti e Eliane Lunardelli Borges de Macedo (integrando a Equipe pela primeira vez);

 Setor de Unificação/Expansão do Movimento Espírita: Sóstenes Carvalho Cornélio e Marco Antonio Negrão;

 Setor Administrativo/Institucional: Luiz Henrique da Silva e Adriano Lino Greca;

Setor da Mediunidade: Danilo Arruda da Luz e Cezar Kloss;

 Setor da Comunicação Social Espírita: Maria Helena Marcon e Mary Ishiyama;

 Setor da Infância e Juventude: Tatyanna Braga de Moraes, Manuela Rocha, Sandra Mara Ferrari, Vinícius Soletti Pereira e Elisângela Toledo;

 Livraria Itinerante Mundo Espírita: Sandra Negrão e Marize Capella da Silva.

 Nas palavras iniciais, o Presidente da FEP falou a respeito do Plano de Trabalho para o Movimento Espírita 2013-2017 e, ao se referir ao tema eleito para o ciclo 2013 das Inters (Espiritizar, Qualificar, Humanizar) disse que o Centro Espírita é o lugar onde se treinam as virtudes básicas da fé, esperança e caridade.

 Por sua vez, Adriano disse da honra que é se trabalhar pela FEP, que tanto amamos. Merecem elogios os dirigentes presentes a esta reunião, pois atestam que se preparam para a participação da Inter-Regional de amanhã.

 Fez um apelo, dizendo da necessidade de se fortalecer o movimento espírita federativo, o que se faz com a participação das Casas Espíritas, sobretudo na reunião dos Conselhos Regionais Espíritas, onde a URE faz a ponte com as Casas Espíritas, ouvindo as necessidades, as demandas, que leva ao Conselho Federativo Estadual, motivação para o nosso trabalho, que redunda na definição dos temas dos seminários [ofertados na Agenda FEP, anualmente].

 Luiz Henrique demonstrou, através de gráficos, que dos trezentos e noventa e nove municípios que integram o Estado, duzentos e cinquenta e cinco ainda não possuem Casas Espíritas. Considerando tratar-se de municípios menores de mais ou menos oito mil habitantes cada, tem-se uma população de cerca de quatro milhões de habitantes ainda não atendidos pelos trezentos e vinte e sete Centros Espíritas ativos.

 As experiências de grupos domésticos, que iniciam com o Evangelho no lar, evoluem para Grupo de Estudos e finalmente se tornam um Centro Espírita foram incentivadas, pela Presidência e ratificadas por dirigentes presentes, com relatos de experiências exitosas nesse sentido, como a Casa Espírita Aprendizes do Amor, de Santa Fé e Casa Espírita Allan Kardec, de Colorado.

 Com interessada participação, foram ouvidos relatos das dificuldades enfrentadas pelos dirigentes em suas localidades de origem, as dúvidas na execução de tarefas, especialmente de caráter administrativo, elucidadas com clareza e tranquilidade por Luiz Henrique.

 Ricas experiências foram igualmente relatadas como o caso da 8ª URE que, no intuito de fortalecimento dos Centros Espíritas, propôs e estabeleceu um calendário comum de palestras entre Casas Espíritas da mesma cidade.

 Igualmente auspiciosa a notícia, da região da 9ª URE, no município de Cruzeiro do Oeste, em que espíritas e simpatizantes se reúnem no Centro de Convivência, augurando-se a fundação de Centro Espírita, talvez, a breve tempo.

 A reunião fraterna, em clima descontraído, se encerrou com o vídeo de Os Melhores Momentos da XV Conferência Estadual Espírita – CEE, permitindo a revivescência das bênçãos do que representou a quem pôde participar, tanto quanto serviu de estímulo aos que não puderam comparecer para que se agendem, se programem, organizem caravanas para os dias 14 a 16 de março de 2014, para a XVI CEE, em Pinhais, que contará com as presenças, já confirmadas, de Divaldo Pereira Franco e Alberto Almeida.

 Os dirigentes dos Centros Espíritas e UREs foram brindados com o DVD Institucional da FEP e Os Melhores Momentos da XV CEE.

 Domingo amanheceu e se manteve chuvoso. Mas os trabalhadores espíritas compareceram à Unipar – Universidade Paranaense, vindos das mais diversas localidades, enfrentando quilômetros de estrada ou apenas poucas quadras. Entusiasmo não faltou, nessa Reunião da Inter-Regional Noroeste, desde a assembleia inicial aos seminários setoriais, conforme as adesões pelas áreas de interesse à busca pelos livros na banca da Livraria Mundo Espírita.

 E, ante tanto trabalho e estudo, não faltou oportunidade para reencontro com os corações amigos, alguns batalhadores de longa data, bem assim o estabelecimento dos liames iniciais de amizade com novos trabalhadores, todos imbuídos da vontade de aprender para melhor servir.

 Nas despedidas, muita gratidão pela recepção generosa da 8ª URE, pelo esforço de tantos trabalhadores para que tudo redundasse em êxito, atendendo a pequenos e importantes detalhes da infra-estrutura; gratidão a Deus pela bênção de tão laboriosa atividade; promessas de um até breve, antevendo próximos encontros.

E, demonstrando como, mesmo quem não participa, se sensibiliza por esse trabalho, lembramos que, no início de julho, foi recepcionada por este Jornal, mensagem da Assessoria da Vice-Governadoria do Estado, nos seguintes termos:

Recebemos as últimas edições do Jornal Mundo Espírita, pelo qual agradecemos.

Salientamos a qualidade das vivências teórico x práticas da XV Conferência Estadual Espírita, da qual participamos com alegria, e onde pudemos fazer reflexões importantes para a nossa caminhada.

Parabenizamos aos organizadores das Inter-Regionais desejando que essas cooperem para Espiritizar, Qualificar e Humanizar as relações e, assim, proporcionar compreensão e harmonia entre as pessoas. 

 Cordialmente, Marta D. Moscheto.

 

Assine a versão impressa
Leia também