Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87
Notícias das URES Envie para um amigo Imprimir

Inter-regional Noroeste

setembro/2019

Na tarde e noite de 3 de agosto reuniram-se, nas dependências do Instituto Federal do Paraná, Campus Umuarama, as lideranças e trabalhadores do Movimento Espírita, congregando as Uniões Espíritas Regionais 7ª (Maringá) – Alcídio Pereira; 8ª (Nova Esperança) –   Rogério Martins, representando a presidente Maria Rita Lima de Sousa; 9ª (Umuarama) – Carlos Françolin e 11ª (Campo Mourão) – Neusa Coppola, tendo como secretário da Inter-Regional, Marcelo Pineze Pereira.

Silvia Eliane de Oliveira Basso foi a mestre de cerimônias, recepcionando, inicialmente, os companheiros, recordando, com mensagem de Joanna de Ângelis, o muito se pedirá a quem muito recebeu, conforme os apontamentos do Evangelista Lucas1.

A palavra seguinte foi do presidente da FEP, Adriano Lino Greca, que disse da sempre alegria de que se revestem encontros como os das Inter-Regionais, pelas oportunidades de congraçamento, troca de ideias, aclaramento de dúvidas, encontros e reencontros de corações.

Com a responsabilidade de conduzir as discussões nos vários setores de trabalho, os coordenadores das áreas da FEP:  Administrativo/Institucional/Unificação e Expansão do Movimento Espírita (Adriano Lino Greca, Lannes Boljevac Csucsuly e Marco Antônio Negrão); Assistência e Promoção Social Espírita – APSE (Miriam Feuerharmel); Atendimento Espiritual no Centro Espírita – AECE (Maria Rabel); Comunicação Social Espírita (Maria Helena Marcon); Mediunidade (Danilo Arruda da Luz e Juliana Sípoli Cól); Orientação à Infância e Juventude (Elisângela Dias de Toledo e Marli Bratfisch) realizaram reuniões específicas com as coordenações regionais.

À noite, em plenária, os presidentes das UREs e das Casas Espíritas tiveram a oportunidade de descontraído diálogo, tendo suas indagações respondidas pelo presidente da FEP e/ou coordenador de área, dependendo da temática em foco.

Trinta instituições espíritas se fizeram representar e as questões giraram em torno do comprometimento do orador espírita ao se servir da tribuna; os requisitos mínimos exigidos; o Projeto 1868 e suas nuances, válidas e oportunas para os dias atuais; a Unidade do Movimento Espírita; qualificação do palestrante espírita. Participantes da Confraternização Brasileira de Juventudes Espíritas – CONBRAJE Nacional deram seu testemunho da validade e oportunidade da Confraternização (Arieska Angélica Meurer e Rafael Luís Santos Meurer).

O filme Divaldo, o Mensageiro da Paz, a ser lançado nacionalmente em 12 de setembro teve destaque, com relato das ações empreendidas pela FEP junto à empresa promotora do filme em nosso Estado e que pretende envolver os espíritas, de modo geral.

O tenor Alcides Françolin comoveu com sua interpretação de duas canções, repetindo-se sua emocionante performance, no domingo, ao lado do Coral Essência da Alma, do Centro Espírita Allan Kardec, da cidade anfitriã.

Nesse dia, 4, foram 235 os trabalhadores das Casas Espíritas presentes que desenvolveram atividades em plenária e reuniões por áreas, com salutar troca de experiências, dialogando, revisitando metodologias e materiais, no propósito de fortalecer o trabalho e o Movimento Espírita.

A Livraria Mundo Espírita, com Sandra Mara Negrão, João Tozetto e Vânia Maria da Luz atenderam aos interessados, em vários momentos, com destaque para o mais recente lançamento da FEP: Educação em foco, de autoria de Sandra Maria Borba Pereira, do Rio Grande do Norte.

Tendo como condutora a mensagem ditada por Vianna de Carvalho a Divaldo Pereira Franco, Os Espíritas Verdadeiros, a conclusão do encontro foi de que podemos e devemos fazer mais:

O espírita de coração, aquele no qual o espiritismo encontra ressonância produzindo uma revolução para melhor, abre-se ao seu conteúdo e aprende a ser feliz, elegendo a caridade como a estrada moral a palmilhar sem cansaço.

Vianna de Carvalho

Silvia Basso

Referência:

1.BÍBLIA, N. T. Lucas. Português. O novo testamento. Tradução de João Ferreira de Almeida. Campinas: Os Gideões Internacionais no Brasil, 1988. cap. 12, vers. 48.

 

Cidades presentes:

Alto Paraná

Altônia

Campo Mourão

Cianorte

Colorado

Cruzeiro do Sul

Diamante do Norte

Fênix

Francisco Alves

Goioerê

Iporã

Itambé

Loanda

Mamborê

Mandaguaçu

Mandaguari

Marialva

Mariluz

Maringá

Nova Esperança

Nova Londrina

Paiçandu

Paranacity

Paranavaí

Peabiru

Peróla

Santa Fé

Santa Isabel do Ivaí

São Carlos do Ivaí

Sarandi

Terra Boa

Terra Rica

Ubiratã

Umuarama

Assine a versão impressa
Leia também