Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

Inter-Regional Centro inicia o ciclo das Inter-Regionais em 2012

maio/2012 - Por Maria Helena Marcon.

O novo ciclo das Inter-Regionais, ano 2012, iniciou na cidade de Guarapuava, nos dias 14 e 15 de abril, com a Inter-Regional Centro, envolvendo as Uniões Regionais Espíritas (UREs) da 12ª (sede Guarapuava), 14ª (sede Pato Branco) e 15ª Região (sede União da Vitória), em Guarapuava.

Justificada a ausência do 1º Vice-Presidente da Federação Espírita do Paraná – FEP, Francisco Ferraz Batista, por se encontrar em viagem doutrinária, como Secretário da Comissão Regional Sul.

A equipe da FEP para lá se deslocou, ainda no sábado, considerando que, à noite, estava agendada a reunião com os Presidentes das Casas Espíritas dessa Inter-Regional.

Assim, a partir das 20h, em uma das salas do Hotel Küster, se reuniram Luiz Henrique da Silva, Presidente da FEP, Reginaldo Araújo, 2º Vice-Presidente, José Virgílio Goes, Diretor do Departamento de Expansão do Movimento Espírita, Marcelo Domício Scaramella Mello, Presidente da 15ª URE e Ivan de Souza Dutra, Presidente da 12ª URE com os Presidentes dos Centros Espíritas Joaquim Nabuco, Jesus e Verdade e A caminho da luz, de Guarapuava e Amor e Caridade, de União da Vitória.

Os coordenadores da FEP das oito áreas de trabalho e voluntários outros das Casas Espíritas participaram igualmente.

Luiz Henrique apresentou, em rápidas palavras, as atividades da FEP nesse seu início de gestão e, servindo-se de mensagem de advertência de Allan Kardec, inserida em Obras Póstumas, fez um link com o papel da Federativa de orientar às Casas Espíritas e de servir ao Movimento Espírita.

Lembrou do respeito às pessoas, às individualidades, às instituições, pois, afirmou, é assim que se chega ao coração das criaturas, é assim que se estabelecem laços de fraternidade.

Lembrou que a filiação do Centro Espírita à Federativa é uma ação voluntária. No mapa do Estado que apresentou, verificou-se que existem duzentas e cinquenta Instituições Espíritas filiadas e que contamos com duzentos e cinquenta e sete municípios onde não se tem conhecimento de atividade espírita, embora, em números, 80% da população estadual esteja sendo atendida pelo Movimento Espírita.

Em bem elaborado power point, foram apresentados os melhores momentos da XIV Conferência Estadual Espírita, realizada no mês de março, no Expotrade, em Pinhais, Pr.

Franqueada a palavra, manifestaram-se os Presidentes das UREs, o 2º Vice-Presidente da FEP e o Diretor do Departamento de Expansão do Movimento Espírita, além de companheiros das Casas Espíritas.

Após a salutar troca de ideias, apresentação dos novos componentes da Equipe FEP, das UREs e dos Centros Espíritas, os presentes foram brindados com um exemplar do mais recente lançamento da FEP: cd temático Momento Espírita, volume 21 – Jesus.

O Programa Momento Espírita, que completa vinte anos de ininterrupta veiculação, no mês de maio, mereceu algumas considerações da Coordenadora da Comunicação Social Espírita. Recordou que a idealização do Programa, nos idos de 1992, partiu do então Presidente da FEP, Napoleão de Araújo e seus vices, Maurício Roberto Silva e José Virgílio Góes. Sucintamente, falou da trajetória do programa, ao longo desses anos,  elenco de benefícios registrados e os tantos produtos a que deu origem: o site em português, espanhol, inglês, italiano e francês, os vinte e um cds de textos, os seis cds de trilhas musicais, os dois cds infantis e os dez volumes de livros impressos.

No domingo, que amanheceu envolto em neblina, despontando o sol pouco depois, reuniram-se na Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná – Unicentro, cento e vinte e um trabalhadores das Casas Espíritas da Inter-Regional Centro, com caravanas de Laranjeiras do Sul, Palmital, União da Vitória, Cruz Machado, que se juntaram aos participantes de Guarapuava.

Compuseram a mesa com o Presidente, o 2º Vice e o Diretor do Departamento de Expansão do Movimento Espírita da FEP, o Presidente da 15ª URE e da URE anfitriã.

Após a prece e a saudação de Ivan Dutra, Luiz Henrique dirigiu-se aos presentes, servindo-se de mensagem do Codificador da Doutrina Espírita, extraída de Viagem Espírita em 1862, saudando e convidando à união e ao trabalho.

Por área de interesse, dividiram-se os inscritos, para as seguintes abordagens:

 Estudo da Doutrina Espírita – coordenação de Karina Greca: dificuldades e soluções do trabalho do Estudo da Doutrina Espírita – EDE, nas casas espíritas;

 Estudo da Mediunidade – coordenação de Danilo Arruda da Luz e Cezar Luis Kloss: reflexões sobre a obsessão (causas, tipos, terapêutica espírita para o seu tratamento);

Atendimento Espiritual – coordenação de Maria Leonides Mees Rabel – abrangência do setor de Atendimento Espiritual no Centro Espírita (o que é, abrangência da área no Centro Espírita, a importância do coordenador da área na URE e no Centro Espírita, continuidade e aprofundamento dos conteúdos). Presentes se fizeram os coordenadores dessa área nas UREs: Tereza Souza Guedes, da 12ª e Elcio Volsnei Borges, da 15ª;

Orientação ao Serviço Social Espírita – coordenação de Shou Wen Allegretti e Andrea Dzyekanski: finalidade educativa do SAPSE (o voluntário e sua educação na Doutrina Espírita, o assistido e seu potencial interior, a relação de amor fraternal entre assistente e assistido);

Orientação à Infância e Juventude – Tatyanna Braga de Moraes, Elisabeth Martin Bianco Machado e Roger Andrade: proposta do DIJ/FEP para as Inter-Regionais (características regionais, busca de soluções para necessidades prementes, reflexões e ações compartilhadas);

Unificação – Reginaldo Silva Araújo, José Virgílio Góes e Sóstenes Carvalho Cornélio: unificação, não uniformização (formação e fortificação do feixe de varas, entendimento e tolerância, o respeito às culturas e costumes, os desafios da vivência espírita);

Administrativa e Institucional – Luiz Henrique da Silva, Reginaldo Silva Araújo, Sóstenes Carvalho Cornélio e José Virgílio Góes: o pensamento kardequiano na administração da Casa Espírita e os Sistemas Federativos Nacional e Estadual;

Área da Comunicação Social Espírita – Maria Helena Marcon e Mary Ishiyama: a grande produção cinematográfica de filmes espiritualistas. Filmes espíritas. A comunicação Centro Espírita – URE – FEP.

A Livraria Mundo Espírita Itinerante, como já habitual, nessas oportunidades, foi bastante procurada, sobretudo para aquisição de últimos lançamentos e de obras recomendadas pelos coordenadores das áreas.

Encerradas as tarefas, registrou-se a gratidão dos corações por mais uma atividade concretizada, pelo reencontro dos amigos, pela troca de experiências e  oportunidade de servir, em nome de Jesus.

Assine a versão impressa
Leia também