Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2020 Número 1634 Ano 88
Acerca das palavras Envie para um amigo Imprimir

Hades

setembro/2019

Nas Escrituras hebraicas, a palavra usada para descrever o reino dos mortos é Sheol. Ela significa simplesmente o lugar dos mortos ou o lugar das almas/ Espíritos que partiram.

No Novo Testamento, encontramos a palavra grega Hades, que se refere ao lugar dos mortos, embora em vários momentos seja traduzida como inferno.

Lembramos que, em se falando de mitologia grega, Hades era o nome do deus das moradas dos mortos.

Trata-se, em verdade, de um lugar temporário onde as almas dos mortos são mantidas. Ali estão os bons e os maus e, segundo algumas concepções, existiriam repartições separadas para os justos e os pecadores.

Jesus menciona esse lugar de sequidão e tormentos para onde são levados os mortos que, em vida, se esqueceram de Deus e do próximo. É uma prisão inexpugnável e, apesar das chamas, ainda não é o inferno1. Dali, os maus podem ver os justos no Paraíso (seio de Abraão), mas para lá não podem passar por causa do grande abismo que os separa2.

No Novo Testamento, o Hades é representado como situado nas profundezas da Terra, um lugar para onde se desce3.

É sempre descrito como um local temporário, no qual as almas aguardam a sua destinação final.

Se compulsarmos O livro dos Espíritos4,  encontraremos exatamente a descrição do estado de erraticidade, ou seja, o estado dos Espíritos desencarnados, que ainda deverão reencarnar.

De pleno acordo com a ideia do Hades, um local temporário para os Espíritos que ainda não alcançaram a perfeição.

A duração da estada do Espírito nesse local pode ser de algumas horas até milhares de séculos. Pode se prolongar, por iniciativa do Espírito que deseja continuar certos estudos, que somente na condição de Espírito livre podem se realizar com proveito. Também podem ser mantidos na erraticidade, por efeito de punição.

De toda forma, será sempre um estágio temporário, por mais se dilate no tempo.

 

Referências:

1.BÍBLIA, N. T. Lucas. Português. O novo testamento. Tradução de João Ferreira de Almeida. Campinas: Os Gideões Internacionais no Brasil, 1988. cap. 16, vers. 24.

2.Op. cit. Lucas. cap. 16, vers. 26.

3.Op. cit. Mateus. cap. 11, vers. 23.

4.KARDEC, Allan. O livro dos Espíritos. Rio de Janeiro: FEB, 1974.  pt. 2,  cap. VI, q. 223 e ss.

  1. BORN, A. Van Den. Dicionário Enciclopédico da Bíblia. Petrópolis: Vozes, 1985. Hades.
Assine a versão impressa
Leia também