Jornal Mundo Espírita

Abril de 2020 Número 1629 Ano 88

Gênio aos 14 anos

fevereiro/2007

Jay Greenberg é um adolescente americano de 14 anos. Aos dois anos ele ganhou seu primeiro violino e começou a compor. No ensino básico passava as aulas escrevendo partituras. Os pais foram chamados várias vezes à escola, para reuniões de urgência, devido ao comportamento “problemático” da criança.

Aos 10 anos entrou para um dos mais consagrados conservatórios da música, o Julliard. Aos 12 a sua obra “The Storm” foi tocada pela New Heaven Symphony em Connecticut. Com 13 anos já tinha escrito 5 sinfonias. Agora, com 14, fez um contrato com a Sony. A London Symphony Orchestra acaba de gravar a sua 5ª Sinfonia.

Segundo o compositor Sam Zyman, “Estamos falando de um prodígio ao nível dos maiores da história na área da composição, como Mozart, Mendelssohn e Saint-Saëns.” Segundo ele, Jay pode compor uma sonata para piano em 25 minutos.

Jay afirma não saber de onde vem a música, mas afirma que ela vem completamente escrita, como sendo tocada por uma orquestra em sua cabeça dele. Disse que seu cérebro consegue controlar duas ou três músicas diferentes ao mesmo tempo, em simultâneo com o canal da vida diária e todo o resto.

O garoto de 14 anos escreve sem rasuras e não revê o que escreve pois tudo sai do jeito certo de primeira.

Assine a versão impressa
Leia também