Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2020 Número 1634 Ano 88

Formação Continuada – Em Busca da Qualidade da Semeadura

novembro/2019

A importância da tarefa da Evangelização Espírita da criança e do jovem, cujo objetivo primordial é a formação do homem de bem, é ponto pacífico no Movimento Espírita brasileiro, que tem envidado esforços contínuos para o seu desenvolvimento.

O Departamento de Orientação à Infância e Juventude da Federação Espírita do Paraná – DIJ/FEP mantém uma programação ativa de Formação Continuada dos Evangelizadores, pois a confiança na colheita dependerá, sobremaneira, da qualidade da semeadura1.

Em uma de suas iniciativas, promove anualmente o Encontro Estadual de Evangelizadores de Infância e Coordenadores de Juventude, intercalando o direcionamento em um ano para os Evangelizadores e no outro para os Coordenadores.

Realizado no Recanto Lins de Vasconcellos, caracteriza-se por um final de semana de estudos e troca de experiências, com coordenadores escolhidos pelos representantes dos DIJ’s das Uniões Regionais Espíritas – URE’s.

Neste ano, acontecerá, nos dias 9 e 10 de novembro, a realização do Encontro direcionado aos Coordenadores de Juventude, com Sandra Della Pola e Aline Rolland de Jesus, ambas do Estado do Rio Grande do Sul, com o tema Pelos Caminhos da Evangelização.

O DIJ oferece, ainda, seminários, para atender as necessidades da tarefa evangelizadora.

Neste ano, foi realizada atividade de grande valia para a Qualificação com a Formação Continuada de Evangelizadores Espíritas, realizada no Centro de Estudos e Pesquisas Espíritas – CEPE, na Sede Histórica da FEP. Igualmente ofertada aos DIJ’s das URE’s, nas reuniões trimestrais simultâneas à do Conselho Federativo Estadual.

Essa atividade compreendeu seis módulos:

  • Módulo 1: Ambientação
    • Movimento Espírita
    • A Concepção da Tarefa da Evangelização Espírita para a criança e o jovem
  • Módulo 2: A Criança e o Jovem
    • Espírito Imortal
    • Processos de Aprendizagem da criança e do jovem
    • Protagonismo da criança e do jovem
  • Módulo 3: O Evangelizador e a Família
    • O Papel e o Perfil do Evangelizador
    • O Papel da Família
  • Módulo 4: A Evangelização no Centro Espírita
    • Integração aos Objetivos Institucionais
    • Espaços de Ação
    • Módulo 5: Qualidade Doutrinária e Pedagógica na Prática Evangelizadora
    • Módulo 6: Qualidade Organizacional e Relacional na Prática Evangelizadora

 

A 28 de setembro, com a presença de Cezar Braga Said, do Rio de Janeiro, na Sede Histórica da FEP, teve lugar o seminário: Os desafios da Evangelização Espírita.

Autor do livro de mesmo título, trouxe importantes reflexões para os trabalhadores da seara de Evangelização Espírita Infantojuvenil.

Frisou que a preguiça mental está em primeiro lugar nos atrasos ocasionados ao Movimento Espírita; que não é possível ser Evangelizador e ter preguiça; é necessário buscar constantemente o aperfeiçoamento.

Relembrou o conteúdo do último capítulo do livro de Sandra Borba Pereira2, que trata dos desafios da qualidade na Evangelização:

Desafio doutrinário: o evangelizador precisa ter sólido conhecimento doutrinário para que possa garantir fidedignidade ao conteúdo que transmite. Para tanto, a necessidade da leitura, da participação em grupos de estudo, seminários, encontros de formação, entre outros.

Desafio pedagógico: o Espiritismo tem uma transversal pedagógica e o domínio de um conteúdo não é garantia de aprendizagem; é preciso atualizar-se quanto a recursos e procedimentos que favoreçam a motivação e o aprendizado para cada faixa etária.

Desafio organizacional: há necessidade de se criar um mínimo de ordem e planejamento para o êxito da tarefa. Boa vontade só não basta!

Desafio relacional: devem se melhorar as relações não só com os amigos espirituais, mas também com a equipe de trabalho. Deve-se construir um ambiente fraternal e solidário de mútua cooperação.

Desafio da qualidade dos resultados: é necessário avaliar, de forma contínua, os resultados alcançados.

Por fim, lembrou da urgência em se desenvolver empatia e compaixão, pois, através do intelecto se pode convencer, mas somente através do coração é possível converter, evangelizando verdadeiramente através da ação e do sentimento.

O conteúdo do seminário está disponível em https://www.youtube.com/watch?v=r00mcQHR218&t=218s

 

Referências:

  1. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA. Orientação para a Ação Evangelizadora Espírita da Infância: subsídios e diretrizes. Brasília, 2016. pt. 1, cap. 2, item 2.6.
  2. PEREIRA, Sandra Borba. Reflexões pedagógicas à Luz do Evangelho. Curitiba: FEP, 2009.

 

Assine a versão impressa
Leia também