Jornal Mundo Espírita

Junho de 2019 Número 1619 Ano 87

Federação Espírita do Rio Grande do Sul comemora 92 anos de fundação

abril/2013 - Por Departamento de Comunicação/FERGS

Para comemorar os 92 anos de atividade da Federação Espírita do Rio Grande do Sul – FERGS, aconteceu, na sua sede, em Porto Alegre, em 16 de fevereiro de 2013, Seminário com Maria Helena Marcon, da Federação Espírita do Paraná. O tema abordado foi Personagens da Boa Nova, a partir de livro de sua própria autoria.

A mesa foi composta pela presidente da FERGS, Maria Elisabeth Barbieri, os vice-presidentes, Rosi Possebom–Doutrinária; Lea Bos Duarte– Unificação e Lorenzo Neves– Administrativa, além da expositora convidada. Caroline Abreu abrilhantou o evento, interpretando o Cântico de Maria – Magnificat, de Charles Gounod e Ave Maria, de Franz Peter Schubert.

Em sua fala, Maria Helena ressaltou os esforços dos primeiros cristãos, oferecendo um reencontro com fatos sublimes, inspirados pelos ensinamentos de Jesus, que fazem transcender os limites da sensibilidade humanizada. Aos fatos narrados, contemporizava relacionando-os com o trabalho atual na seara espírita, no intuito de que o exemplo dos primitivos trabalhadores servisse para o dia a dia dos atuais servidores da Seara de Cristo. Assim, ressaltou a grande honra de ser trabalhador, apesar das dificuldades e limitações pessoais, pois Jesus confia em nós.

A abordagem contemplou personagens como Maria de Nazaré, Barnabé, Paulo de Tarso, o procônsul romano Sérgio Paulo, o jovem rico, João Marcos, Simão Pedro, Maria de Betânia, Policarpo e o escravo Rufo, entre outros, todos que honraram seus compromissos com a imperiosa obrigação de não deixarem apagar a meridiana luz do Evangelho. Enfatizou que o momento atual é de trabalho e tolerância, que o trabalhador deve ter claro o que busca e entender que as vitórias e fracassos fazem parte da fragilidade humana.

Ao finalizar, Maria Helena recebeu os aplausos e a emoção do público presente, cada um com vontade de servir na Seara, após palavras tão emocionadas, que trouxeram alegria, conhecimento e comprometimento.

A festa fraterna foi encerrada com os agradecimentos da presidente da FERGS à palestrante e todos os participantes, bem assim à presença de Hélio Ribeiro, representante do Conselho Espírita do Estado do Rio de Janeiro.

Após a prece de encerramento, proferida por Lea Duarte, todos foram convidados a degustarem a torta comemorativa aos 92 anos da FERGS e Maria Helena permaneceu no local, ainda algum tempo, para a conversa fraterna e os autógrafos em seu livro.

Assine a versão impressa
Leia também