Jornal Mundo Espírita

Fevereiro de 2021 Número 1639 Ano 88

Escola Profissional Maria Ruth Junqueira

abril/2008

O núcleo que originou a Escola começou a funcionar em 1954 com cursos de artesanatos orientados pela professora Maria Ruth Junqueira. As alunas eram meninas interessadas em adquirir habilidades com prendas domésticas. Nesta época, a professora Maria de Lourdes Sperancetta Pinto foi convidada pela Federação Espírita do Paraná para administrar um desses cursos de artesanato. Foram, desde então, entregues muitos certificados pela Secretaria de Estado de Educação e Cultura do Paraná em diversas áreas: Crochê, Tricô, Arte Culinária, Bordado à Máquina e à Mão, Macramê, Filet, Tecelagem, Artes Aplicadas, Trabalhos Artísticos, Flores, Pintura em Tela e Tecido, Corte e Costura, Português, Matemática, Datilografia e Mecanografia.

Em 1959, a Sra. Maria de Lourdes Sperancetta Pinto, grande amiga de Maria Ruth Junqueira, teve a idéia de criar uma escola de cursos profissionalizantes devido à grande procura de pessoas interessadas. Contatou o Sr. João Ghignone e o Sr. Abibe Isfer, Presidente e Vice-Presidente, respectivamente, da Federação Espírita do Paraná na época, que aquiesceram prontamente, achando excelente a idéia da criação de uma Escola nesses moldes.

Por decisão do Sr. Abibe Isfer e Sra. Maria de Lourdes Sperancetta Pinto, a Escola passou a chamar-se Escola Profissional Maria Ruth Junqueira, como homenagem à professora do mesmo nome e idealizadora deste projeto na entidade, que havia desencarnado em 1956.

Hoje, com o convênio mantido entre a FEP e a Fundação de Ação Social da Prefeitura Municipal de Curitiba, são ministrados mais de 30 cursos de diferentes especializações.

Atualmente a Escola atende os alunos em dois endereços: Anexo I na Alameda Augusto Stellfeld, 365 e Anexo II na Rua Salvador de Maio, 25.

De 1961 a 2007, a Escola Profissional Maria Ruth Junqueira, formou, nas dezenas de cursos que vem oferecendo, exatamente 134.962 alunos, conforme quadro demonstrativo abaixo:

Na atual gestão da FEP, a professora Léa Dirce Pimentel foi reconduzida ao cargo de diretora da Escola, que vem ocupando desde 1962, com enorme dedicação.

 

Assine a versão impressa
Leia também