Jornal Mundo Espírita

Novembro de 2020 Número 1636 Ano 88
Notícias das URES Envie para um amigo Imprimir

Escola Maria Ruth Junqueira

novembro/2020

A Escola, assim como milhões de escolas (ensino formal e de qualificação profissional) foram afetadas pelas medidas adotadas pelas autoridades sanitárias de todo o mundo, com a implantação do distanciamento social e a suspensão das aulas presenciais.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura – UNESCO estima que 91% (mais de 1,5 bilhão) dos alunos no mundo foram impactados por essas decisões. Ninguém imaginava semelhante situação, somente vista em países devastados por guerras.

Mas, como tudo, existem dois lados da mesma moeda. Se temos impactos negativos e são evidentes, temos também os positivos pois aqueles nos levam a buscar outras fórmulas de atuação. São tempos de desenvolver novas competências e intensificarmos o uso da tecnologia, das plataformas digitais e recursos que estão à disposição.

Assim foi com a Escola Maria Ruth Junqueira.

Fundada em 1960, com o intuito de oferecer qualificação profissional aos jovens, oferecendo a oportunidade de inserção no mercado de trabalho e consequente melhoria da sua vida e da sua família, durante 54 anos manteve convênio com a Fundação de Assistência Social – FAS, da Prefeitura Municipal de Curitiba – PMC.

Nesse período, certificou mais de 240.000 alunos. A partir de 2014, encerrados os convênios pela Prefeitura, a Escola passou por total reformulação e os cursos deixaram de ser gratuitos.

Porém, fiel ao seu compromisso social e à visão Espírita, continuou oferecendo cursos de qualificação profissional aos alunos que desejassem, com valores adequados ao poder aquisitivo do público alvo.

Numa visão de vanguarda, a Diretoria da Federação Espírita do Paraná – FEP entendeu que deveria oferecer às pessoas que perderam seus empregos, devido ao fechamento de milhares de postos de trabalho, a chance de, através de cursos rápidos, obterem uma fonte de renda que lhes permitisse sobreviver economicamente, nessas circunstâncias.

Impedido o funcionamento presencial, a FEP estabeleceu convênio com a Fundação Hildebrando de Araújo e foram criados Cursos Gratuitos On-Line – Ensino à Distância. Cursos simples e rápidos que permitirão oferecer serviços nas áreas de Alimentação, Artesanato em caixas para embalagens, Costura, Manicure, Marketing Social. Já se preparam, face à data que se faz próxima, cursos de alimentos natalinos e decoração.

O interessado acessa o site ruthjunqueira.org.br, clica no botão ACESSO A CURSOS EAD, abrindo-se a área para efetuar o cadastro, plenamente ajustado à nova Lei Geral de Proteção de Dados. A partir disso, terá acesso ao conteúdo das diversas aulas que compõem cada curso.

A FEP investiu na aquisição de equipamentos de última geração de gravação de imagem e som, pois todos os dias são postados vídeos para cada uma das aulas.

As gravações iniciaram em 29 de junho e, em 27 de julho, através de live no Facebook da Escola foram iniciadas as publicações das aulas do EAD.

Foram registradas 11.996 visitas, com 264.621 páginas visualizadas e realizadas 1.598 matrículas até início de outubro.

É a FEP atendendo, também através da Escola, a Diretriz 9 – Participação do Espírita na Sociedade, do Plano de Trabalho para o Movimento Espírita Brasileiro 2018-2022.

Marco Antonio Negrão
Foto: Acervo FEP.

Assine a versão impressa
Leia também