Jornal Mundo Espírita

Julho de 2020 Número 1632 Ano 88

Entendamos

julho/2010

o constitui a autoridade, a beleza ou o conforto efêmeros.

É o aperfeiçoamento espiritual.

A fraternidade pura não expressa facciosismo de classe ou crença, pátria ou partido.

É bênção de amor e de entendimento.

A finalidade da educação não se resume no respeito cego a tradicionalismo e preconceito.

É disciplina aos impulsos próprios.

A máquina não existe para automatizar a experiência.

É recurso à prosperidade geral.

A evangelização da infância não consiste em seu acondicionamento às nossas ideias.

É o processo de emancipação infantil para a compreensão da justiça e do bem.

O exercício profissional não consubstancia concorrência desonesta em louvor da ambição.

É ensejo de auxílio a todos.

O conhecimento maior não representa ingresso à felicidade contemplativa.

É libertação do erro com responsabilidade na consciência.

A caridade não exprime virtude, conforme a nossa inclinação afetiva.

É solução a qualquer problema.

A sua fé não significa exclusivo ideal para o futuro.

É força construtiva para hoje.

O seu estudo não se restringe à padronização de sua existência à existência dos outros.

É arma viva para a reforma de você mesmo.

A melhoria moral não transparece desse ou daquele título honroso alcançado entre os homens.

É luz manifesta em seu bom exemplo.

André Luiz

(Ideal Espírita, Chico Xavier, Diversos Espíritos, cap. 34, ed. Comunhão Espírita Cristã)

Assine a versão impressa
Leia também