Jornal Mundo Espírita

Novembro de 2018 Número 1612 Ano 86

ENJUVESP – Encontro de Juventudes Espíritas

abril/2009

Nos dias 21, 22 e 23 de fevereiro de 2009, foi realizado a V edição do ENJUVESP da Inter-Regional Noroeste, no qual se fizeram presentes jovens da 7º, 8º, 9º e 11º URE´s, somando-se aproximadamente 50 jovens, na cidade de Umuarama, tendo como organizadora de infra-estrutura, Angela Marzullo, diretora do DIJ da URE anfitriã que com sua equipe, proporcionou um encontro bem organizado e estruturado. As outras edições foram realizadas respectivamente nas cidades de Maringá por duas vezes, Campo Mourão e Paranavaí. A coordenação do evento pela primeira vez ficou totalmente sob a responsabilidade das equipes dos DIJ´s das URE´s citadas.

O tema central escolhido foi Virtude, sendo trabalhado nos grupos e fechado na plenária com espaço para perguntas ao final os subtemas: Amizade e Respeito, Disciplina e Perseverança, Devotamento e Abnegação, Humildade e Tolerância

No primeiro dia do encontro, logo na abertura, contamos com a presença dos presidentes das URE`S que compõem a inter-regional, 7a URE – Danilo Arruda Da Luz, 8a URE – Sérgio Castelão Pinheiro, 9a URE – Lair Carbonera e 11a URE – Marcelo Pineze Pereira, além da presença do Conselheiro Osvaldo Monteiro.

Foi utilizada como forma de integração inicial entre os jovens a realização de uma gincana, não somente com brincadeiras, mas também de conhecimento. Jovens integrados iniciaram assim as atividades de estudo, onde o foco principal foi possibilitar ao jovem conhecer as virtudes para poderem esculpi-la em si mesmos, bem como, demonstrar aos participantes a importância de se desenvolver as virtudes no melhor momento da existência, o presente, aproveitando a melhor oportunidade reencarnatória, a atual.

Em diversos momentos os jovens foram divididos em grupos para estudo prévio das virtudes, onde tiveram a oportunidade não somente de aprender, mas de demonstrarem o seu conhecimento acerca do tema ou virtude proposta. Cada um dos grupos contava com dois trabalhadores do DIJ na função de facilitadores, a fim de colaborar diretamente com os jovens no estudo, não dando respostas, mas instigando-os a chegarem as suas conclusões.

Sempre após a divisão em grupos os jovens eram encaminhados para a plenária onde os coordenadores de estudo Marcelo Pineze Pereira e Wandrey Mundin, estavam encarregados de fechar o conteúdo acerca da(s) virtude(s) estuda(s) nos grupos, utilizando-se além da palavra, recursos expositivos como vídeo, imagens e multimídia.

Outras atividades realizadas no encontro:

Dinâmicas diversas.

  • Gincana cultural / recreativa, tendo como tema central o Espiritismo, coordenada pela equipe dos Dij’s.
  • Oficinas de música coordenada por Cristina, origami coordenada por Haruna e cerâmica coordenada por Celidonio.
  • Cine Pipoca: O filme utilizado foi: “O SOM DO CORAÇÃO”, onde os jovens após o término apresentaram suas opiniões, tentando detectar no filme atitudes de um homem virtuoso ou não, principalmente ligado a Amizade e Respeito.
  • Show de talentos: Momento onde foi oportunizado aos jovens demonstrar o seu conhecimento acerca de atividades artísticas e que nesta edição do ENJUVESP ficou na sua totalidade no campo da música e poesia.
  • Momento da música, que ficou a cargo dos companheiros Marcelo e Cristina de Campo Mourão – PR.

Através de depoimentos colhidos nas regiões dos jovens que participaram, pudemos detectar que o objetivo do encontro foi atendido, pelo menos no campo do intelecto. Algumas falhas e erros foram detectados, mas que em momento oportuno estaremos analisando com a equipe de trabalhadores para que na próxima edição sejam corrigidos.

“Eu já participei de quatro das cinco edições do Enjuvesp e esta última, posso dizer, foi a melhor. As tentativas de melhoria têm surtido efeito e, da melhor maneira possível, nos reunimos em Umuarama para estudarmos as virtudes, tema tão importante e tão pouco valorizado por alguns indivíduos atualmente. Os coordenadores do V Enjuvesp, assim como dos outros, demonstraram estar interessados no desenvolvimento de nós jovens, auxiliando na construção do nosso conhecimento e empenhando-se cada vez mais em propiciar um ambiente favorável ao estudo e à reflexão. Isso me faz crer que, para os próximos anos, podemos esperar encontros de mais qualidade, daqueles que serão como dizem nossas gírias jovens, perfeitos!” Diogo José Siqueira (Campo Mourão)

“Sempre em fevereiro acontece o carnaval e pessoas, principalmente jovens vão às ruas pular marchinhas, beber, fumar, ou até fazer coisas piores tendo como fim brigas e mortes. E por causa disso fui ao ENJUVESP, onde estudamos, brincamos conhecemos novas pessoas. Vimos o que é o interessante da vida, onde há tutores amigos que sempre estão do nosso lado para ajudar-nos, e principalmente nos dar apoio para enfrentarmos nossos problemas. Eu sei disso porque eu fui, e por que amei estar lá aprendendo e levando amigos para a vida toda. Obrigado a todos que estiveram por trás desse encontro de jovens, e com certeza todo ano estarei lá aprendendo e brincando outra vez.” Fernando Henrique Cruz dos Santos (Paranavaí)

“Creio que eu não poderia ter passado meu carnaval em lugar melhor. Além de rever e conhecer amigos, colegas de doutrina, o estudo feito durante o fim de semana foi realmente proveitoso. Nas aulas de Evangelização já tínhamos iniciado o tema das virtudes e, no encontro, discutimos, analisamos em grupo, o que deixou mais divertido. Participamos de provas que testavam nossos conhecimentos e eu vi o quanto eu estava evoluindo, mas também o quanto precisava estudar e me dedicar. Pra mim, o ENJUVESP ajudou a mostrar que eu preciso dos amigos, e principalmente de minha irmã que, ficou em dormitório diferente do meu. Senti falta dela, mas não me dava conta disso. Estudo, amigos, palestras… foi tudo ótimo.” Arieska Angélica Meurer (Paranavaí)

Depoimento de uma mãe: “Meu filho adorou o encontro. E quando o indaguei sobre o que mais o marcou, disse: – Percebi que preciso ser mais perseverante.”

 

Assine a versão impressa
Leia também