Jornal Mundo Espírita

Agosto de 2019 Número 1621 Ano 87

Encontro inusitado

julho/2017 - Por Ênio Medeiros

Após atender aos compromissos doutrinários em Paris, a 10 de maio, enquanto aguardava o carro que o levaria ao hotel, Divaldo Pereira Franco, com alguns amigos, foi surpreendido com a aproximação de um monge tibetano que, ao avistá-lo na rua, dirigiu-se diretamente a ele, saudando-o com muito entusiasmo, no que foi correspondido.

Divaldo lhe perguntou o motivo da aproximação. O monge respondeu que atendia à uma voz interior que o concitava a abraçá-lo, pois é um homem de Deus. Trocaram abraços e saudações.

O fato ensejou a Divaldo a reflexão: Vale a pena amar.

Foto: Ênio Medeiros

Assine a versão impressa
Leia também