Jornal Mundo Espírita

Agosto de 2019 Número 1621 Ano 87

Encontro fraterno com Divaldo Pereira Franco

outubro/2014 - Por Paulo Salerno

Realizou-se, no período de 14 a 17 de agosto de 2014, no Hotel Iberostar Praia do Forte, na Bahia, com a participação de oitocentas e cinquenta pessoas e expressivo número de expectadores da TVFEB, ao vivo.

Estiveram presentes delegações dos Estados do Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins. As delegações estrangeiras vieram da Áustria, Austrália, Chile, Colômbia, Espanha, Estados Unidos da América, Itália, Paraguai, Portugal, Suíça e Uruguai.

Foram destaques a comemoração dos sessenta e dois anos de profícuos e laboriosos trabalhos da Mansão do Caminho, os cinquenta anos de lançamento da obra Messe de Amor e os vinte e cinco anos da Série Psicológica de Joanna de Ângelis.

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT imortalizou a Série Psicológica com o lançamento do selo personalizado e do carimbo comemorativo, alusivo aos vinte e cinco anos e as dezesseis obras que a compõem foram apresentadas ao público em rica encadernação, em Box.

Divaldo Pereira Franco, como excelente anfitrião, desde cedo, recepcionou as caravanas que chegavam nos ônibus e vans e foi o condutor das atividades.

A programação da noite de 14 de agosto consistiu em estudo do item 4, do cap. XX de O Evangelho Segundo o Espiritismo. Oito participantes foram convidados a fazerem comentários sobre o tema, finalizando Divaldo com ricas observações e exortações à prática da caridade e da paz.

Profissionais da área psicológica, em alguns momentos, colaboraram com os estudos, destacando-se Vanessa Cristina Zilli Anseloni, da Sociedade Espírita de Baltimore, Estados Unidos.

Andréa Bien e a Família Beira emocionaram os participantes com músicas, transmitindo alegria, harmonia e vibrações de fraternidade. Cezar Braga Said compôs e leu, em nome de todos, o poema Gratidão a Divaldo Franco, destacando o grande servidor do Cristo, simples, abnegado, compreensivo, estimulador.

Fotos: Jorge Moehlecke

Assine a versão impressa
Leia também