Jornal Mundo Espírita

Agosto de 2019 Número 1621 Ano 87

Encontro de formação de formadores

outubro/2016

Ide e evangelizai a todas as gentes.  – Jesus (Mc. 16,15)

Imagino-me  em um quarto muito, muito, muito escuro! Tento de algumas formas conseguir enxergar, mas não consigo! Aí, de repente, se acende uma lâmpada, que me mostra o quanto o quarto está bagunçado, desorganizado, tudo fora do lugar! A lâmpada não vai arrumar essa bagunça para mim, mas ela me mostrou o quanto eu tenho que fazer. A Doutrina Espírita é a minha lâmpada!
Fernanda, 19 anos

 

O depoimento acima, de uma jovem participante da enquete virtual realizada pelo DIJ/FEB, entre abril e junho de 2013, é um dos muitos que nos sensibilizam ante a importância da Doutrina Espírita como farol a iluminar consciências e corações para esta Nova Era da Humanidade, em especial jovens corações necessitados de bases sólidas para a edificação do Reino de Deus em si mesmos e, por consequência, em nosso planeta.

Maior responsabilidade se apresenta também para aqueles de nós compromissados com a tarefa de levar a mensagem amorosa do Cristo, através da Doutrina Espírita, para esse solo fértil das almas infantojuvenis,  reencarnadas com o objetivo do autoaprimoramento, clamando por mãos fortes a lhes conduzir os primeiros passos na nova etapa de sua caminhada, consoante o alertamento:

Considerando-se, naturalmente, a criança como o porvir acenando-nos agora, e o jovem como o adulto de amanhã, não podemos, sem graves comprometimentos espirituais, sonegar-lhes a educação, as luzes do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, fazendo brilhar em seus corações as excelências das lições do excelso Mestre com vistas à transformação das sociedades em uma nova humanidade (DUSI, Miriam, 2015).

Ante a relevância da tarefa, após o árduo trabalho na elaboração dos documentos norteadores para as ações de evangelização espírita infantojuvenil: Orientação para Ação Evangelizadora Espírita da Infância: Subsídios e Diretrizes e Orientação para Ação Evangelizadora Espírita da Juventude: Subsídios e Diretrizes, é chegada a hora de disseminar seu conteúdo, formando trabalhadores capacitados na sua compreensão e aptos a implementar as diretrizes propostas.

Assim, nos dias 19 a 21 de agosto, a equipe do DIJ/FEP participou do Encontro Regional Sul de Formação de Formadores da Área de Infância e Juventude, realizado pelo DIJ/FEB, em Campo Grande/MS, com o objetivo de proporcionar às equipes da Área de Infância e Juventude das Entidades Federativas Estaduais momentos de formação e compartilhamento de experiências relativos aos subsídios e às diretrizes para a ação evangelizadora espírita da infância e da juventude, com vistas à instrumentalização e consolidação de formadores – inicial e continuada –  de evangelizadores em âmbito estadual.

Acolhidos com carinho pelos companheiros espíritas do Estado de Mato Grosso do Sul, foram três felizes dias de trabalho, aprendizado, intercâmbio e confraternização, coordenados pela equipe da Área de Infância e Juventude da Federação Espírita Brasileira: Miriam Dusi, Sandra Borba Pereira e Cirne Araújo.

Baseado no tema central Ide e evangelizai a todas as gentes, as atividades foram desenvolvidas em quatro tópicos centrais:

– Concepção da Tarefa de Evangelização, Concepção de Infância e Juventude

– As Qualidades da Prática Evangelizadora Espírita

– Espaços de Ação com a Criança e com o Jovem

– Processos Formativos – O Formador

 

Evangelizadores, preparem-se:

Com a mente repleta de informações, o coração pleno de alegria e as mãos ansiosas pelo plantio das sementes recebidas, a equipe DIJ/FEP está organizando dois encontros para o primeiro semestre de 2017, visando a formação de formadores nas equipes dos DIJs/URE, para que, em seguida, o resultado do trabalho se faça sentir nas mãos dos evangelizadores de todos os centros espíritas do nosso Estado.

Com certeza, são ações de extrema importância e significado para que a mensagem do Cristo, com as claridades do Espiritismo, cheguem com efetividade àqueles que são o nosso alvo: a criança e o jovem de hoje, homens de bem do amanhã.

Assine a versão impressa
Leia também