Jornal Mundo Espírita

Julho de 2019 Número 1620 Ano 87

Em silêncio

agosto/2009

Em silêncio
Os ninhos estelares da Vida Cósmica iluminam o firmamento ajudando a evolução.
A Terra gira incessantemente mantendo a preciosa estabilidade da moradia humana.
O sol vivifica o passo das criaturas.
A árvore enriquece os recursos da vida.
O seixo escuro de grafite se transforma em gema preciosa no perpassar dos séculos.
O bem reajusta os desequilíbrios do mal, melhorando o mundo.
A sabedoria se expande nas profundezas do Universo.
O tempo faz o desfile das oportunidades de aprimoramento e elevação.

Recorda sempre a aplicação justa do silêncio no desenvolvimento das próprias ações, na certeza de que não há caridade ruidosa ou amor unido a sensacionalismo, pois,
até Jesus, Nosso Mestre e Senhor, emoldura as suas manifestações de Misericórdia
Sublime com o amparo do silêncio que traz consigo a sabedoria do amor eterno.

André Luiz
(“Ideal Espírita”, Chico Xavier/Waldo Vieira,
cap. 64, ed. Comunhão Espírita Cristã)

 

Trabalhemos sempre com coragem, e nos momentos da superação dos obstáculos usemos nosso arquivo de silêncio para nos conectarmos ao plano maior a fim de obter a inspiração necessária.

Assine a versão impressa
Leia também