Jornal Mundo Espírita

Setembro de 2019 Número 1622 Ano 87

EEV – Encontro Espírita de Verão

abril/2009 - Por Julio Torres Machado

Num clima de muita alegria, aconteceu nos dias 21, 22, 23 e 24 de fevereiro nas dependências da Faculdade “Espírita” em Curitiba, o 6º EEV – Encontro Espírita de Verão, abrangendo as URE’s Metropolitanas Norte, Leste e Oeste e 1ª, 2ª e 3ª Regiões.

O encontro tem como objetivo principal, proporcionar aos jovens a oportunidade de identificarem o quanto a Doutrina Espírita é importante em suas vidas diárias, tendo inclusive o seu chamado identificado com Vivência Espírita em Nossas Vidas.

Foram 112 jovens inscritos e 60 trabalhadores.

Os jovens foram divididos em grupos por faixa etária, onde cada grupo desenvolveu técnicas/atividades que proporcionavam identificar o quanto é possível colocarmos em prática o que aprendemos durante o ano nas nossas Casas Espíritas.

Afetividade, aprendizado, alegria e união foram os pontos mais relatados por todo o grupo (jovens e trabalhadores), tanto nos momentos de preparação, como nos dias em que o encontro foi realizado.

Para tentar passar um pouco de como foi o envolvimento de todos, relatamos dois momentos de muita emoção:

No primeiro dia, fizemos uma atividade de integração entre todos os participantes do evento (jovens e trabalhadores) onde tivemos 34 grupos de 5 pessoas. Cada grupo tinha que confeccionar uma PIPA, porém para cada grupo foi disponibilizado apenas um material necessário para o desenvolvimento da pipa. Para que a pipa fosse feita, era necessário que ocorresse a “compra” do material faltante de outro grupo, e a moeda para a compra foi o ABRAÇO!

No ultimo dia, foi feito a apresentação por cada um dos grupos (jovens e trabalhadores), de um momento marcante que gostaria de repartir com o grupo. Esta atividade, foi um momento de muita emoção e alegria para todos.

Momentos mágicos de aprendizado e confraternização nesses 4 dias de Encontro! (Marcus Azuma – Coordenação Geral do EEV)

Alegria contagiante e o envolvimento de todos os jovens foram muito marcantes. A harmonia e a valorização do conhecimento tendo o sentimento de carinho e afetividade são bênçãos divinas que encontramos nestes dias abençoados (Julio – Coordenação Geral do EEV)

Avaliação do Encontro

 Bom, pra ser bem sincera, esse ano foi muito novo pra mim no EEV, como se tivesse sido o primeiro, apesar de ter sido o 4º. Minhas vontades, prioridades e desejos pra esse ultimo encontro eram outras, talvez por eu não ser a mesma de um tempo atrás. Eu fui pra buscar ir além, além de mim, além da correria e da loucura do dia-a-dia, além do carnaval e acho que consegui. Eu quis recarregar as energias pra começar o ano melhor e também consegui. No começo senti um pouco de dificuldade, pois tinha muita gente nova e que não tinha a mesma idéia que eu do encontro. Muita gente querendo só conhecer gente nova, fazer amizades e encontrar paixõezinhas, mas com o tempo todo mundo foi sendo mergulhado na energia do encontro e é como se a realidade fosse outra. Eu me senti muito bem, realizada e feliz por ter ido. Foi uma experiência maravilhosa e diferente. A equipe também foi ótima, cada detalhe, cada alegria da equipe de arte, cada sorriso do pessoal da cozinha e a animação da infra-estrutura, fora a energia de toda a coordenação fez a diferença. Parabéns para tudo e todos. (Nicoly Kulcheski – 17 anos – C. E.Luz do Evangelho)

O Encontro de Verão pra mim foi mais uma vez único!! Acho que é a melhor palavra para descrevê-lo, já que cada um é diferente do outro, e diferente de qualquer outra coisa… Eu costumo dizer que é como “uma fuga da realidade, pra um lugar onde tudo é felicidade!” Um momento em que se pode deixar tudo o que te preocupa pra trás, pode tirar todas as máscaras, e ser você mesmo, sem medo do que os outros possam pensar, sem ter que ser o que a sociedade espera de você… É uma oportunidade de encontrar os amigos, fortalecer amizades, e também criar novos laços de amizade! Acho que todos os sentimentos foram muito intensos! Nós tivemos alguns momentos “livres” para ficar junto dos amigos, conhecer outras pessoas,  conversar, fazer rodas de violão e brincar de “confusão”… O que fez falta em anos anteriores, já que tínhamos muitas atividades seguidas… Tivemos também atividades em que fizemos grupo com pessoas desconhecidas e até mesmo coordenadores, e foi bom para conhecer mais dessas pessoas!
Trocar materiais por abraços foi demais, afinal abraçar é tudo de bom! =) O estudo também foi ótimo! Não só pelo fato do grupo estar muito harmonioso… Mas também porque os facilitadores puderam entrar um dia no grupo, estudar com a gente, fazer parte, e estar mais próximos, deixando um pouquinho de lado a “cara de paisagem…” Enfim, o encontro foi tudo o que eu esperava, e recarregou bem as minhas energias… Acho que todos saímos de lá com mais vontade de sermos melhores, e de trabalhar em prol do bem! (Bárbara Evelyn Ferreira – 19 anos – C. E. Antonio de Pádua)

O EEV para mim foi uma experiência maravilhosa! Com as dinâmicas, e como grupo de estudos eu conheci muitas pessoas e nos tornamos tão unidos, tão ligados um com o outro que parecíamos uma família. O período que estive no encontro parecia que estava em outro mundo, pois você se desconecta dos problemas e das situações do seu dia a dia e entra em outra sintonia, a energia que você sente é muito positiva é muito intensa, e sem duvidas você aprende muito com cada um que esta lá adquirindo novas experiências, e vivendo momentos marcantes de uma forma dinâmica e se divertida. Durante esse período você fica muito sensível e no ultimo dia você se emociona, e da muitas risadas já sentindo saudades de tudo aquilo que você vivenciou, com certeza todos saem diferentes de quando entraram. (Taís Gasparini – 15 anos – C. E. Luz da Caridade)

Assine a versão impressa
Leia também