Jornal Mundo Espírita

Outubro de 2021 Número 1647 Ano 89

Dois aniversários com histórias exemplares

outubro/2021 - Por Lincoln Barros de Sousa

A Federação Espírita do Paraná – FEP faz aniversário e nós ganhamos um presente de excelência.

Convidado, o confrade Luciano Klein compareceu às comemorações dos 119 anos, desse 24 de agosto de 2021.

Ao sabor de sua própria emoção, o professor, administrador, historiador e pesquisador espírita, verteu, do seu arquivo de conhecimentos, passagens inéditas da vida do benfeitor do Brasil e da Humanidade, Adolfo Bezerra de Menezes, que, dia 29, alcança os 190 anos do seu nascimento.

Pesquisando a vida do Dr. Bezerra, há cerca de três décadas, Luciano não apenas nos brindou com fatos e feitos da vida desse emérito cidadão cearense, mas, deu provas de que, quando se alia o resgate da história exemplar de um servidor do bem com um extremado amor com que o faz, consegue transmitir, a quem ouve, um desejo incontido de se tornar melhor.

Graças ao dedicado trabalho de Luciano e sua disposição na narrativa detalhada, compreendemos porque Bezerra de Menezes é uma estrela que caiu do céu, conforme referência de Jesus, no Sermão Profético, não apenas pela sua atual condição de Espírito Mentor, tão evocado pelos carentes de socorro e consolo, quanto pela epopeia de sua reencarnação vitoriosa.

Sem dúvida, Dr. Bezerra passou por provas acerbas para conseguir projetar-se, na sua condição de esposo e pai de extremado carinho, no seio da família, com numerosa prole; como político eminente e conceituado empresário e articulista; como dedicado estudioso das ciências, com exercício apostólico e humanitário da Medicina, sendo cognominado o médico da pobreza. Agigantando-se, na sua condição de profitente da Doutrina Espírita, alçando voos, ainda maiores, nas asas da Codificação Espírita, inclusive, à frente da Federação Espírita Brasileira, lutando pela união de todos os espíritas do país, recebendo pela sua grandeza missionária a designação de Kardec brasileiro.  A emoção que guardamos, ao final da apresentação do orador da noite, pode ser assim resumida: Bezerra de Menezes, se já o admirávamos, sobremaneira, agora mais o amamos, em razão dos seus exemplos sacrificiais e de renúncias, que nos foram trazidos ao conhecimento, motivadores para a nossa caminhada, levando as nossas próprias cruzes.

Nossa gratidão a Luciano, pelo tesouro do seu tempo e reflexões. Retorne ao seio de suas nobres tarefas, após a sua honrosa visita à nossa Federação, com um requerimento de que volte ao nosso Estado para falar de outro grande amor do seu amor, o venerando Vianna de Carvalho – A glória da oratória espírita em nosso país – pelo que permanecemos expectantes.

Print: Maria Helena Marcon

Assine a versão impressa
Leia também