Jornal Mundo Espírita

Dezembro de 2018 Número 1613 Ano 86

Desencarnação de Javier Salvador Gamarra

dezembro/2014

Natural de Assunção, Paraguai, emigrou para o Brasil, no ano de 1961, estabelecendo residência em Curitiba, Paraná, onde se formou em Medicina, pela Universidade Federal do Paraná.

Logo se tornou médico homeopata, apaixonado pela ciência de Samuel Hahnemann. Foi um dos fundadores da Associação Médica Homeopática Brasileira e da Associação Médica Homeopática do Paraná – AMHPR, ocupando a Presidência desta última, por várias gestões.

Foi o idealizador e promotor da 1ª Jornada Paranaense de Homeopatia, em 1977, em Curitiba.

Foi presidente da Fundação de Estudos Médicos Homeopáticos do Paraná, fundador do Centro Médico Homeopático Samuel Hahnemann, sendo um dos mais importantes médicos homeopatas do Brasil. Membro da Associação Médico-Espírita do Paraná.

Desencarnou na madrugada de 7 de novembro de 2014, em sua residência, não resistindo a um infarto. Tinha 71 anos de idade e deixa três filhos: Delphina, Juan Vicente e Javier Salvador Gamarra Junior.

Ao noticiar a sua desencarnação ao Paraná Online, disse Jorge Ricardo dos Santos, presidente da AMHPR: Gamarra dedicou a sua vida ao sonho de Hahnemann. Septuagenário, estava ainda cheio de vida, de ideais de vitalidade e força para continuar em sua marcha pela homeopatia. Doou-se muito e  intensamente pelo ensino dessa maravilhosa arte, sendo que, em toda minha vida acadêmica não vi ninguém oferecer tanto.

Gamarra, como era comumente chamado, era palestrante espírita, vinculado ao Centro Espírita Luz da Caridade, em Curitiba e colaborador do Centro de Estudos e Pesquisas Espíritas – CEPE, departamento da FEP.

Foto: Acervo FEP

Assine a versão impressa
Leia também